5.6 C
New York
domingo, setembro 20, 2020
Início Futebol Atlético Na memória: Com show de Elias, Atlético massacra Palmeiras no Pacaembu pela...

Na memória: Com show de Elias, Atlético massacra Palmeiras no Pacaembu pela Série A 2010

O Campeonato Brasileiro de 2010 foi o retorno do Atlético à Elite do nacional depois de vários anos de amargura em divisões inferiores. Naquela temporada, o time rubro-negro se safou do rebaixamento na última rodada, porém realizou partidas memoráveis durante a competição.

Em uma delas o Dragão massacrou o Palmeiras em pleno estádio do Pacaembu, justamente no dia do aniversário do time paulista, com uma goleada de 3 a 0. Naquela partida o grande nome do time foi do meia Elias, que simplesmente anotou um hat trick e garantiu a vitória do time goiano. Relembre o jogo!

Confira mais jogos históricos:
Goiás goleia na estreia da Libertadores 2006
Anapolina bate Fluminense na Série C de 1999
Goiânia elimina América na Copa do Brasil de 2001
Aparecidense supera Sport na Copa do Brasil de 2016

Naquela oportunidade, o Atlético foi até o Pacaembu, encarar o Palmeiras que contava com o apoio da sua torcida na festa de comemoração do aniversário de 96 anos. O Dragão já tinha sido o algoz do Alviverde Paulista na Copa do Brasil há pouco mais de três meses e queria surpreender o aniversariante. Por outro lado, o Palmeiras vinha de uma invencibilidade de seis partidas no Campeonato Brasileiro.

O DUELO

Com a bola rolando, o Palmeiras jogava mal, tinha nas criações de jogadas de Valdivia as melhores oportunidades do clube, no entanto o meia chileno não estava em uma noite inspirada.

Na última posição do Brasileiro até o início da rodada, o Atlético seguia o que pediu o técnico René Simões. Quando tinha a bola nos pés, avançava com praticamente os dez jogadores de linha. E assim, aos 15 minutos, levou perigo ao gol de Marcos, que barrou o chute de Elias, nome que se transformaria em um pesadelo mais para frente para a defesa palmeirense.

O Palmeiras até esboçou uma resposta ofensiva, aos 23 minutos. Valdivia deu belo passe para Gabriel Silva, que cruzou na medida pelo lado esquerdo, mas viu Tadeu se atrapalhar e perder a chance de abrir o marcador.

Depois disso, o que se viu foi o desespero palmeirense e a festa rubro-negra. Aos 28 minutos, Thiago Feltri foi derrubado por Gabriel Silva dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança Elias deslocou, com técnica, o goleiro Marcos e abriu o marcador: Atlético 1 a 0.

Com o gol sofrido, o Palmeiras ficou ainda mais desesperado dentro da partida e em uma dessas jogadas precipitadas o Dragão acabou marcando o segundo gol, aos 37 minutos. Após receber passe de Diguinho, Elias dominou com estilo,, dentro da grande área, e chutou cruzado sem chances ao goleiro alviverde: 2 a 0. Final de primeiro tempo, o time palestrino foi para o vestiário sob vaias.

“A força quente de um Dragão…”

Na volta do intervalo, o Palmeiras se impôs procurando ao menos o empate, no entanto o mesmo cenário do primeiro tempo se repetiu, com um agravante, a pressão da torcida. O técnico Felipão até fez duas mudanças na volta para a segunda etapa, mas foi em vão.

O Atlético com ampla vantagem no placar passou a jogar com sabedoria. O time comandado por Renê Simões fez com que a pressão da torcida adversária, fosse jogada contra os próprios donos da casa, com o passar do tempo. O que culminou em mais erros e poucas jogadas criadas pelo Alviverde Paulista.

Com 30 minutos do segundo tempo, a torcida palestrina já deixava o Pacaembu e depois de ter vaiado o time na saída para o intervalo, as arquibancadas pediam “vamos jogar bola”, além do “não é mole não, tem mercenário jogando no Verdão”.

Quem permaneceu no estádio viu o terceiro gol atleticano que saiu aos 38 minutos. Depois de um belo lançamento de Anaílson, Elias mais uma vez, saiu cara a cara com o goleiro Marcos, e novamente não desperdiçou, dando números finais ao jogo. Atlético 3×0.

Ficha Técnica
Palmeiras 0x3 Atlético – 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2010
Data: 26/08/2010
Horário: 21h
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público: 13.522 torcedores
Renda: R$ 359.824,00 reais
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa/PR).
Assistentes: Gilson Bento Coutinho (PR) e Bruno Boschilia (PR)
Gols: Elias aos 28 min/1T, 37 min/1T e 38 min/2T (Atlético-GO)
Cartões Amarelos: Thiago Feltri, Diguinho e Elias (Atlético-GO)
Palmeiras: Marcos; Vítor, Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva (Patrik); Edinho,Tinga, Valdivia (Vinícius) e Rivaldo; Luan (Ewerthon) e Tadeu.
Técnico: Luis Felipe Scolari.
Atlético-GO: Márcio; Vitor Ferraz (Agenor), Welton Felipe, Daniel Marques e Thiago Feltri; Ramalho, Robston (Chiquinho), Pituca e Diguinho (Anailson), Elias e Marcão.
Técnico: René Simões.

Confira os gols da vitória rubro-negra

 

 

Willian Rommel
Jornalista formado na UFG. Pós graduado em jornalismo esportivo pela faculdade Estácio. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, na Rádio Difusora 640 AM, Bandeirantes Goiânia, Diário de Goiás e na TV UFG. Atualmente é Repórter do site Esporte Goiano.
Anúncio

Últimas

Washington lamenta “descuidos” em bola parada na estreia e cobra atenção da Aparecidense

A estreia da Aparecidense na Série D do Campeonato Brasileiro teve sabor amargo. Jogando em Goiânia, o Camaleão não soube aproveitar as...

Biancucchi destaca força do Vila Nova em casa e afirma: “gosto muito de jogar aqui no OBA”

Na próxima segunda-feira (21), às 20h, o Vila Nova enfrentará o lanterna do Grupo A da Série C, o Imperatriz/MA. A partida...

Apesar de revés, Adson Batista valoriza desempenho e ironiza críticas do Cruzeiro no caso Kayzer: “Não tem moral para falar”

Apesar da derrota por 4x3 para o Atlético Mineiro, no estádio Olímpico, Adson Batista se mostrou bastante satisfeito com o desempenho do...

Em jogo eletrizante com sete gols, Dragão é derrotado pelo Atlético/MG

Em um jogo com sete gols, o Atlético Goianiense foi derrotado para o Atlético Mineiro pelo placar de 4x3. Os gols do...

Veja como foi: Atlético/GO 3×4 Atlético/MG

O Atlético Goianiense tenta emendar uma sequência positiva na Série A. Após bater o Vasco, em São Januário, e o Bahia, em...
Anúncio