Na memória: Com show de Elias, Atlético massacra Palmeiras no Pacaembu pela Série A 2010

Arte: Willian Rommel/EG
Anúncios

O Campeonato Brasileiro de 2010 foi o retorno do Atlético à Elite do nacional depois de vários anos de amargura em divisões inferiores. Naquela temporada, o time rubro-negro se safou do rebaixamento na última rodada, porém realizou partidas memoráveis durante a competição.

Em uma delas o Dragão massacrou o Palmeiras em pleno estádio do Pacaembu, justamente no dia do aniversário do time paulista, com uma goleada de 3 a 0. Naquela partida o grande nome do time foi do meia Elias, que simplesmente anotou um hat trick e garantiu a vitória do time goiano. Relembre o jogo!

Confira mais jogos históricos:
Goiás goleia na estreia da Libertadores 2006
Anapolina bate Fluminense na Série C de 1999
Goiânia elimina América na Copa do Brasil de 2001
Aparecidense supera Sport na Copa do Brasil de 2016

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Naquela oportunidade, o Atlético foi até o Pacaembu, encarar o Palmeiras que contava com o apoio da sua torcida na festa de comemoração do aniversário de 96 anos. O Dragão já tinha sido o algoz do Alviverde Paulista na Copa do Brasil há pouco mais de três meses e queria surpreender o aniversariante. Por outro lado, o Palmeiras vinha de uma invencibilidade de seis partidas no Campeonato Brasileiro.

O DUELO

Com a bola rolando, o Palmeiras jogava mal, tinha nas criações de jogadas de Valdivia as melhores oportunidades do clube, no entanto o meia chileno não estava em uma noite inspirada.

Na última posição do Brasileiro até o início da rodada, o Atlético seguia o que pediu o técnico René Simões. Quando tinha a bola nos pés, avançava com praticamente os dez jogadores de linha. E assim, aos 15 minutos, levou perigo ao gol de Marcos, que barrou o chute de Elias, nome que se transformaria em um pesadelo mais para frente para a defesa palmeirense.

O Palmeiras até esboçou uma resposta ofensiva, aos 23 minutos. Valdivia deu belo passe para Gabriel Silva, que cruzou na medida pelo lado esquerdo, mas viu Tadeu se atrapalhar e perder a chance de abrir o marcador.

Depois disso, o que se viu foi o desespero palmeirense e a festa rubro-negra. Aos 28 minutos, Thiago Feltri foi derrubado por Gabriel Silva dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança Elias deslocou, com técnica, o goleiro Marcos e abriu o marcador: Atlético 1 a 0.

Com o gol sofrido, o Palmeiras ficou ainda mais desesperado dentro da partida e em uma dessas jogadas precipitadas o Dragão acabou marcando o segundo gol, aos 37 minutos. Após receber passe de Diguinho, Elias dominou com estilo,, dentro da grande área, e chutou cruzado sem chances ao goleiro alviverde: 2 a 0. Final de primeiro tempo, o time palestrino foi para o vestiário sob vaias.

“A força quente de um Dragão…”

Na volta do intervalo, o Palmeiras se impôs procurando ao menos o empate, no entanto o mesmo cenário do primeiro tempo se repetiu, com um agravante, a pressão da torcida. O técnico Felipão até fez duas mudanças na volta para a segunda etapa, mas foi em vão.

O Atlético com ampla vantagem no placar passou a jogar com sabedoria. O time comandado por Renê Simões fez com que a pressão da torcida adversária, fosse jogada contra os próprios donos da casa, com o passar do tempo. O que culminou em mais erros e poucas jogadas criadas pelo Alviverde Paulista.

Com 30 minutos do segundo tempo, a torcida palestrina já deixava o Pacaembu e depois de ter vaiado o time na saída para o intervalo, as arquibancadas pediam “vamos jogar bola”, além do “não é mole não, tem mercenário jogando no Verdão”.

Quem permaneceu no estádio viu o terceiro gol atleticano que saiu aos 38 minutos. Depois de um belo lançamento de Anaílson, Elias mais uma vez, saiu cara a cara com o goleiro Marcos, e novamente não desperdiçou, dando números finais ao jogo. Atlético 3×0.

Ficha Técnica
Palmeiras 0x3 Atlético – 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2010
Data: 26/08/2010
Horário: 21h
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público: 13.522 torcedores
Renda: R$ 359.824,00 reais
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa/PR).
Assistentes: Gilson Bento Coutinho (PR) e Bruno Boschilia (PR)
Gols: Elias aos 28 min/1T, 37 min/1T e 38 min/2T (Atlético-GO)
Cartões Amarelos: Thiago Feltri, Diguinho e Elias (Atlético-GO)
Palmeiras: Marcos; Vítor, Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva (Patrik); Edinho,Tinga, Valdivia (Vinícius) e Rivaldo; Luan (Ewerthon) e Tadeu.
Técnico: Luis Felipe Scolari.
Atlético-GO: Márcio; Vitor Ferraz (Agenor), Welton Felipe, Daniel Marques e Thiago Feltri; Ramalho, Robston (Chiquinho), Pituca e Diguinho (Anailson), Elias e Marcão.
Técnico: René Simões.

Confira os gols da vitória rubro-negra

 

 

Comentários

comentários

PUBLICIDADE