Na memória: Goiânia elimina América-MG e faz história na Copa do Brasil 2001

Arte: Willian Rommel/EG
Anúncios

No ano de 2001, Goiânia e América Mineiro se enfrentaram pela primeira fase da Copa do Brasil. O adversário do Galo Carijó era o atual Campeão Mineiro daquela temporada, o Coelho tinha vencido o favorito Atlético Mineiro.

O técnico do Goiânia era Othon Valentim, que tinha passagens por Goiás e Atlético Goianiense, e chegou ao clube para substituir Luiz Dário. O time alvinegro contava com Finazzi (atualmente treinador do Galo Carijó), Rogério Correa, Cristiano Moura e companhia.

Foto: Goiânia e América MG, no Estádio Serra Dourada

A primeira partida, no Serra Dourada, terminou empatada em 1 a 1, com gols de Cristiano Moura para o Goiânia e de Emerson para o América-MG. Com isso, o Coelho tinha a vantagem do empate sem gols, por ter feito um gol na casa do adversário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar de jogar em casa, a equipe mineira tinha problemas para o duelo de volta, pois o zagueiro Wellington Paulo e o atacante Ruy “Cabeção” foram punidos com 30 dias de suspensão devido às expulsões no jogo contra o Coritiba, pela Copa Sul-Minas.

 

O JOGO

O América começou a partida com mais disposição, buscando o ataque, principalmente, com Tucho e Fabrício. O Goiânia por sua vez, preocupava-se em se defender, apesar de precisar marcar gols. Mesmo com maior volume de jogo, o Coelho não conseguia aproveitar as oportunidades criadas e o Galo Carijó passou a ocupar os muitos espaços que encontrava.

Aos 26 minutos, o Goiânia saiu em contra-ataque com Cleiton pela direita. Ele virou o jogo na esquerda para Rodrigo Mendes, que cruzou para a área, na medida para Finazzi, de cabeça abrir o marcador: 1 a 0.

A primeira e única chegada com perigo do América só aconteceu aos 29 minutos, quando Alessandro aproximou-se da área e chutou forte para grande defesa do goleiro Samir. E isto foi tudo o que o time mineiro conseguiu fazer no primeiro tempo.

“SEU DESTINO É VENCER…”

Na segunda etapa, o técnico Lula Pereira não esperou muito e substituiu Edson por Fred, para tentar dar mais força ofensiva ao América, que voltou cometendo os mesmos erros do início da partida.

O tempo foi passando e o nervosismo tomou conta do time mineiro. Os jogadores mostravam vontade, mas tentavam resolver sozinhos e não conseguiam chegar ao gol do Goiânia, que apenas tocava a bola, esperando o fim do jogo. E como não teve competência para marcar sequer um gol, o América acabou eliminado da Copa do Brasil, dentro de casa, pelo Galo Carijó.

Foto: Goiânia e América-MG, no Indenpedência
Ficha Técnica
América-MG 0x1 Goiânia – Jogo de Volta da  1ª fase da Copa do Brasil
Data: 21/03/2001
Horário: 20h30
Estádio: Independência, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Jorge Fernando Rabello (RJ)
Assistentes: Marcos Vinícius Sá Freire (RJ) e Eurivaldo Faria Lima (RJ)
Amarelos: Rogério Correa, Jean e Cássio (Goiânia)
Gols: Finazzi aos 26 min/1T (Goiânia)
América/MG: Fabiano; André Figueiredo (Michel), Wellington Paulo, Thiago e Edson Mendes (Fred); Ricardo Mendes, Tucho, Fabrício e Claudinei; Alessandro e Flávio Galvão (Rodrigo).
Tecnico: Lula Pereira.
Goiânia: Samir; Rafael, Peta, Rogério Correa e César Lira; Cristiano Moura, Jean, Rodrigo Mendes (Wágner) e Cleiton; Finazzi (Cássio) e Alexandre (Flávio).
Técnico: Othon Valentim.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE