Denner minimiza vaias e destaca “poder de reação” do Tigre em empate

(Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)
Anúncios

O empate diante do Goianésia foi de altos e baixos para o Vila e seus atletas. Denner, que começou como titular na partida, foi vaiado, anotou o primeiro tento colorado e foi substituído. O volante, que vem sendo contestado pela torcida, minimizou as vaias e respeitou a decisão do treinador Umberto Louzer.

Confira a tabela do estadual!

“Acho que nós que jogamos estamos sujeitos a isso. Sobre a vaia é normal, não pode se abater. Sempre busco o jogo independente de estar sendo vaiado ou aplaudido. Fiquei feliz pelo gol. Sobre a substituição, é claro que fico chateado, pois queria jogar, mas tem de respeitar quem vai entrar e o treinador”, comentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Philipe Maia destaca importância da defesa para sucesso na Copa do Brasil!

Ficando duas vezes atrás do marcador, o Tigre conseguiu correr atrás e igualar a partida, fechando em 2 a 2. O volante destacou o aprendizado da equipe diante do Goianésia e espera não repetir os erros nesta quarta, dia 13, diante do Manaus, pela Copa do Brasil. Pela compensação financeira que envolve o torneio, a partida é a mais importante do Vila neste início de temporada.

No empate, Umberto Louzer escalou o Vila com três volantes: Denner, Neto Moura e Wellington Reis, dando mais liberdade aos dois primeiros. O esquema, que foi inédito na temporada, foi comentando pelo jogador ex-Guarani.

“Foi mais para adaptar mesmo. De uma forma que podemos jogar no decorrer dos campeonatos no ano. Foi a primeira vez, então vai ter dificuldade mesmo de movimentação. Agora é buscar evoluir nessa situação”, avaliou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE