5.6 C
New York
quarta-feira, dezembro 2, 2020
Início Futebol Futebol Goiano Na memória: Em tarde inspirada de Sávio, Anapolina vence São Paulo, no...

Na memória: Em tarde inspirada de Sávio, Anapolina vence São Paulo, no Brasileirão de 1982

Em 1982, a Anapolina disputou a Taça de Ouro – torneio equivalente a Série A do Campeonato Brasileiro – após ter sido vice-campeã da Taça de Prata – torneio equivalente a Série B do Brasileirão – no ano anterior perdendo o título para o Guarani-SP.

A Rubra chegou às oitavas de final do torneio, após ter deixado para trás adversários como: Inter de Santa Maria-RS, Joinville-SC, XV de Jaú-SP, Cruzeiro-MG e Moto Club-MA.

Confira mais jogos históricos
Pela Série C do Brasileirão, Anapolina venceu o Fluminense
Goiânia elimina América na Copa do Brasil de 2001
Aparecidense supera Sport na Copa do Brasil de 2016

O adversário das oitavas foi o São Paulo que contava com Waldir Peres, Oscar, Serginho Chulapa e Renato, jogadores que disputariam a Copa do Mundo naquele mesmo ano. O Tricolor do Morumbi fazia uma campanha impecável no Brasileiro, em 14 partidas foram 10 vitórias, 1 empate e  3 derrotas – sendo dois revés para o Flamengo na primeira fase e um para a Ponte Preta na segunda fase.

O jogo marcou a estreia do técnico Paulo Henrique à frente da Anapolina, que tinha duas dúvidas para definir a equipe da Rubra: Sidney ou Wilson Santos na zaga; e Veiga ou Edu na ponta esquerda, para suprir a ausência de Paulo Neli que estava suspenso.

Enquanto, o treinador Formiga não tinha muitos problemas para escalar o São Paulo. A única dúvida era o meio campista Paulo César, que havia sofrido uma pancada no joelho no duelo contra o Athlético Paranaense. Porém, o Tricolor Paulista contava com o retorno de Mário Sérgio da suspensão automática pela expulsão contra o Ceará.

O JOGO

Com mais pontos somados no Campeonato, o São Paulo tinha a vantagem de jogar por dois empates contra a Anapolina nas oitavas de final.

A Anapolina dominava as ações do jogo com Paulo Sérgio, Nei e Mateus e, com o apoio da torcida, pressionava o São Paulo que demonstrava bastante nervosismo e via Renato bem marcado sem conseguir arrancar em velocidade, Ricardo sem tocar na bola e Serginho Chulapa isolado na frente.

Buscando fazer um jogo ofensivo, os laterais Getúlio e Marinho avançavam, procurando auxiliar o ataque são-paulino, o mesmo acontecendo com os zagueiros Oscar e Dario Pereira. No contra-ataque, a Rubra fez o primeiro gol da partida. Aos 15 minutos, aproveitando a bobeira da defesa adversária, Mateus recebeu um belo passe na entrada da área e frente a frente com Waldir Peres não desperdiçou.

A Anapolina continuava apostando nos contragolpes e o segundo gol saiu aos 27 minutos. Aproveitando da falha do lado esquerdo da defesa do time do Morumbi, Vinícius avançou com liberdade e cruzou, na medida, para Sávio cabecear para o fundo das redes. Anapolina 2 a 0.

Após o segundo gol da Rubra, o São Paulo passou a reagir. A defesa da Anapolina continuava a marcar muito bem, mas o Tricolor Paulista crescia em campo. A recompensa do esforço são-paulino veio aos 45 minutos da primeira etapa. Jaiminho recebeu um cruzamento da esquerda e tocou rasteiro, vencendo o goleiro Déo. Final de primeiro tempo: Anapolina 2×1 São Paulo.

“Dá-lhe Xata! É gol, é gol! É mais um show…”

O São Paulo retornou do vestiário com disposição para buscar o empate à qualquer maneira, porém deixava a defesa desguarnecida. E aos 18 minutos da etapa complementar, Nei lançou o lateral direito Vinícius, que correu em direção à bola e cruzou para área. Sávio com muito oportunismo, antecipou-se ao marcador e cabeceou para o fundo das redes de Waldir Peres, fazendo 3 a 1.

O terceiro gol deixou o Tricolor Paulista mais desorientado em campo e a torcida da Xata mais eufórica. A Rubra suportou a pressão são-paulina e garantiu o resultado positivo. Fim de jogo, no Jonas Duarte, Anapolina 3×1 São Paulo.

Ficha Técnica
Anapolina 3×1 São Paulo
– Oitavas de Final do Campeonato Brasileiro 1982
Data: 28/03/1982
Horário: 17h
Local: Estádio Jonas Duarte, em Anápolis (GO)

Público: 17.005 torcedores
Renda: Cr$ 6.347.400 cruzeiros
Árbitro: Wilson Carlos dos Santos
Assistentes: Luis Carlos Dias Braga e Luis Antônio Barbosa
Gols: Mateus aos 15 min/1T (Anapolina), Sávio aos 27 min/1T (Anapolina), Jaiminho aos 45 min/1T (São Paulo), Sávio aos 21 min/2T (Anapolina)
Cartão Amarelo: Éverton (São Paulo)
Anapolina: Déo; Vinícius, Sidney, Ribas e Nilton; Paulo Sérgio, Mateus e Nei; Roldão (Zé Neto), Sávio e Edu (Osmar Lima).
Técnico: Paulo Henrique.
São Paulo: Waldir Peres; Getúlio, Oscar, Dario Pereira e Marinho; Almir (Gassem), Renato e Éverton; Ricardo, Serginho Chulapa e Jaiminho (Tatu).
Técnico: Formiga.

Confira os gols da partida!

 

Ildeu Iussef
Jornalista em formação (UFG). Repórter e Narrador Esportivo na Rádio Universitária UFG 870 AM. Amante do Esporte!
Anúncio

Últimas

Para se manter vivo, Goiás encara o Vitória no Brasileirão sub-20

O Goiás tenta embalar nas rodadas finais para conseguir brigar por uma classificação para a próxima fase. Nesta quinta-feira (03), às 15h30,...

Atlético bate o Flugoiânia e assume a liderança do Torneio FGF Sub-17

O Atlético Goianiense venceu o Flugoiânia por 2x0, em partida válida pela sexta rodada do Torneio FGF Sub-17, o jogo foi realizado...

Atacantes destacam grandeza do Vila Nova e briga pelo acesso na Série C

Nesta quarta-feira (02), dia em que se encerra o registro de atletas no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF para os clubes...

Veja como foi: Atlético-GO 2×0 Flugoiânia – Torneio FGF sub-17

A partir das 15h30 desta quarta-feira (02), Atlético-GO e Flugoiânia abrem a sexta rodada do Torneio FGF sub-17. O confronto será disputado...

Dirigente quer Itumbiara competitivo na disputa do Goianão 2021

No último final de semana, o Itumbiara conquistou o acesso à elite do futebol goiano. O Gigante do Vale fechou a Divisão...
Anúncio