5.6 C
New York
segunda-feira, outubro 25, 2021
Início Mais Esportes Atletismo Lindsey Lopes traça linha do tempo com metas e dificuldades no atletismo

Lindsey Lopes traça linha do tempo com metas e dificuldades no atletismo

Aos 18 anos, a goiana Lindsey Lopes surge como um dos expoentes do atletismo brasileiro. Com marcas importantes em campeonatos estaduais, nacionais e sul-americanos, a atleta conversou com o Esporte Goiano e traçou uma linha do tempo de sua carreira até aqui, abordando as metas e dificuldades de sua jornada esportiva.

Mais do atletismo
Com 20 anos no atletismo, treinador Jabá avalia modalidade
Com meta olímpica, jovem Pedro Henrique analisa trajetória

Lindsey Lopes começou sua incursão no atletismo aos 14 anos, em uma competição de escola. Sem muito compromisso, ela acabou ganhando o torneio e chamou a atenção de seu treinador na época, que a convidou a buscar uma evolução na modalidade. Sempre com o apoio da família, sobretudo a mãe, a goiana prosperou.

- Anúncio -

“Minha mãe sempre gostou de correr, todas as áreas do esporte, me ajudou e incentivou muito. Meu pai também gosta, e isso influenciou. Foi essencial, fundamental o apoio da família para eu me tornar a atleta que sou hoje”, comentou Lindsey.

Ascensão meteórica

Com treinos de segunda a sábado, a jovem acumula alguns feitos importantes no atletismo. Começou a carreira em 2017, quando inicialmente era velocista, e já iniciou medalhando no estado de Goiás. Aos poucos, ela foi se redescobrindo e passou a competir como meio-fundo. Assim, Lindsey conseguiu o primeiro pódio brasileiro em 2018, conquistando medalhas no Sub-18 e nos Jogos Escolares do ano seguinte.

Em 2020, apesar das dificuldades acarretadas pela pandemia, Lindsey Lopes terminou em terceiro na sua prova no Brasileiro Sub-20, ostentando o segundo lugar no ranking ao fim do ano. Atualmente, ela é líder dos 800m no Brasileiro Sub-20, e vice-líder dos 1500m. Para coroar, finalizou na terceira posição no Sul-Americano Sub-20.

“Eu estava com aquela expectativa, mas quando vi que realmente aconteceu foi uma sensação muito boa e inexplicável. Passa na cabeça a trajetória e o quanto valeu a pena”, disse a goiana.

Inspirações, metas e dificuldades

As inspirações de Lindsey são a etíope Genzebe Dibaba, recordista mundial dos 1500m, e a sul-africana Caster Semenya, campeã olímpica dos 800m no Rio 2016. Os Jogos Olímpicos, inclusive, são o grande objetivo da jovem atleta. “Minha maior meta é estar nas Olimpíadas, e, mais do que isso, ser campeã. Desde que comecei no atletismo eu almejo isso. Acredito ser uma meta ousada, mas com treino e dedicação é possível”, projetou.

Antes disso, porém, existem também as dificuldades dentro do atletismo. A goiana destrinchou todas as situações mais complicadas, principalmente aquelas relacionadas à falta de recursos financeiros.

“No começo foi bem difícil. Não é todo atleta com condição de sair do estado e ir para fora. Foi primordial ter o apoio da minha mãe, sempre demos um jeito de ir. Hoje tenho o apoio do Aparecida Compete, com suporte em competições fora. Tem também o Pró-Atleta, de Goiás, e neste ano voltou a cair o Bolsa Atleta”, declarou.

Mesmo com esses auxílios, os custos são muitos. “Tem suplementação, gasto com gasolina, se for ônibus é um desgaste maior, mais ou menos duas horas da minha casa, fora a fisioterapia, pois estamos constantemente com dor, e a alimentação. É complicado para todo atleta, não só para mim”, concluiu.

Lindsey Lopes começou recentemente o curso de Educação Física na FacUnicamps, e busca também um futuro na profissão.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.

Luiz Felipe Mendes
Jornalista formado pela PUC Goiás. Amante de todos os esportes, especialmente futebol e futebol americano.
Anúncio

Últimas

Goiás é derrotado pelo Natal na estreia da Superliga masculina

A história dos goianos na elite do vôlei nacional começou com derrota. Na estreia na temporada 2021-2022, o Goiás não foi páreo...

De virada, Vila Nova vence o Brusque e chega a marca de nove jogos de invencibilidade

O Vila Nova venceu o Brusque neste domingo (24), por 3x2, de virada, em partida válida pela 32° rodada da Série B....

Melhores momentos e entrevistas: Aparecidense 4 x 2 ABC – Semifinal da Série D 2021

Aparecidense e ABC se enfrentaram no jogo de ida da semifinal da Série D do Campeonato Brasileiro. Em casa, no Aníbal Batista...

Vindo de vitória, Atlético-GO tenta manter o embalo contra o penúltimo colocado Grêmio

Atlético Goianiense e Grêmio duelam nesta segunda-feira (25), pela 27° rodada da Série A, em partida disputada no estádio Antônio Accioly, em...

Veja como foi: Brusque 2×3 Vila Nova – 32° rodada da Série B

Brusque e Vila Nova duelam neste domingo (24), às 20h30, no estádio Augusto Bauer, pela 32° rodada da Série B. O Tigrão...
Anúncio