Com formato diferente, FGB planeja realizar Copa Goiânia em agosto

(Foto: Vitor Alves/Esporte Goiano)
Anúncios

A Copa Goiânia é a principal competição do basquete goiano no primeiro semestre e, comumente, começa em abril ou maio. Em 2020, porém, a crise sanitária inviabiliza a realização da competição em seu período habitual. Nem por isso a Federação Goiana de Basquete (FGB) desistiu de promovê-la.

A ideia da entidade é mudar o formato da Copa Goiânia, que no ano passado ocorreu em pontos corridos, com a participação de cinco equipes e previsão de 20 jogos, dos quais 18 foram realizados. A última rodada foi cancelada, e o título entregue ao então líder Vultures.

Mais do esporte em Goiás
Futsal espera iniciar competições em julho
Basquete Integração também quer voltar em agosto

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com o calendário apertado, uma solução estudada pela FGB é adotar o formato eliminatório, o que poderia fazer a competição terminar em cerca de um mês. “A gente pode fazê-la mais resumida, para não passar em branco. Podemos fazer jogos eliminatórios, de ida e volta, para não ter muitos jogos. O tempo é curto”, afirmou o vice-presidente da entidade, Fernando Duran.

A FGB trabalha com a hipótese de iniciar a competição em agosto, com aval das autoridades de saúde e a liberação das quadras para prática esportiva. “Esperamos que esteja tudo ok com relação a liberação de ginásios. Trabalharemos em cima disso”, pontuou Duran. O Campeonato Goiano, se tudo correr como esperado, manteria início para setembro.

De acordo com a FGB, oito equipes já haviam formalizado pedido de inscrição na Copa Goiânia 2020. Entre elas, seis confirmaram participação. São elas, o Vultures, de Anápolis, Clube de Engenharia, AEGB, Goiás, Novo Horizonte e Fonte Nova, todos da capital.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE