5.6 C
New York
quinta-feira, fevereiro 29, 2024
InícioFutebolVila NovaPara resgatar torcida, Wesley Matos pede fim de síndrome caseira

Para resgatar torcida, Wesley Matos pede fim de síndrome caseira

Muitos clubes têm seu estádio como uma fortaleza, onde dificilmente perdem e costumam destroçar vários adversários. O Vila Nova, contudo, tem experimentado uma visão oposta do Serra Dourada nas últimas temporadas. O Tigre, já há dois anos, tem dificuldades para fazer valer o mando de campo, e o zagueiro Wesley Matos quer dar um fim nisso já contra o Londrina.

Segundo o zagueiro, os 10 empates que o clube teve atuando em casa no ano passado foram responsáveis pela perda do acesso na reta final da Série B. Neste ano, já com dois empates registrados diante da torcida, o capitão quer evitar que isso aconteça.

– São dois anos assim já. Perdemos nosso acesso jogando aqui em Goiânia, onde temos que ser mais fortes. Neste ano já foram dois empates em casa. Não podemos deixar que isso aconteça mais. Principalmente neste sábado, que é um confronto direto. Precisamos muito da vitória e vamos buscá-la do início ao fim para acabar de vez com essa questão de empatar em casa – destacou.

- Anúncio -

Neto Moura celebra fase artilheira, mas cobra fim de seca do ataque

A síndrome caseira tem feito o torcedor ficar descrente do clube, especialmente após a dolorosa eliminação na Copa do Brasil, diante de um Serra Dourada cheio. Para Wesley Matos, o time tem que provar que merece a torcida e vencer para reconquistá-la.

– Hoje não estamos à altura da nossa torcida. Ela é espetacular. As festas que eles fazem são espetaculares. Pode ser 21h30, 23h, os caras estão lá apoiando. Precisamos resgatar nosso torcedor e só vamos resgatá-lo com resultados. Precisamos da força deles para podermos subir. Com a ajuda deles será mais fácil – comentou.

Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Jornal Diário do Estado, Diário de Goiás e Rádio BandNews.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P