5.6 C
New York
terça-feira, março 2, 2021
Início Futebol Feminino Remanescente, Lorraine Caixeta destaca objetivo: "fazer história no Goiás"

Remanescente, Lorraine Caixeta destaca objetivo: “fazer história no Goiás”

A meia Lorraine Caixeta foi uma das principais atletas do Goiás/Universo na conquista do Campeonato Goiano 2019. E foi também uma das poucas remanescentes para a temporada 2020, agora sem a parceria. A empatia criada com clube e o objetivo de fazer história com a camisa esmeraldina foram determinantes.

“O Goiás é um clube enorme, é o maior do Centro-Oeste. Fui feliz durante o Campeonato Goiano do ano passado, conquistamos o título e aos poucos você cria uma empatia pelo clube. Optei por continuar porque eu quero fazer minha história no Goiás”, explicou a atleta sobre a decisão pela permanência e os objetivos na nova temporada.

Mais do Verdão:
-> Confira o elenco inicial da equipe de futebol feminino do Goiás
-> Vídeo: Harlei Menezes se mostra confiante com novo projeto
-> Agora no Goiás, Patrícia Menezes que chegar na elite nacional. Assista!

Na disputa da Série A2 do Brasileirão Feminino, Júnior Vieira e Harlei Menezes deixaram claro que o objetivo é subir para a primeira divisão. No entanto, Caixeta vai além. A camisa 10 quer conseguir não só o acesso, mas também sonha com o título da competição.

“Lógico que a gente pensa em título. Quando você joga em um clube muito grande, sua meta é chegar ao topo. Aqui no Goiás não vai ser diferente, a gente almeja o título, porém o projeto está curto, porque foi feito em cima da hora, mas vamos trabalhar para chegar lá”, projetou a atleta.

Ambiente harmonioso

Quando se transferiu do Aliança para o então Goiás/Universo, Lorraine Caixeta recebeu críticas de ex-companheiras de time, que não concordaram com a mudança de equipe. Agora defendendo as cores do Goiás, a meia esclareceu que já está tudo resolvido e que o clima é o melhor possível.

“Está tudo tranquilo, o ambiente de treino é muito bom. Temos brincadeiras, conversamos bastante, não criamos nenhuma inimizade. Às vezes, a rivalidade fica dentro de campo, mas quando acaba a partida tudo volta ao normal. No futebol feminino, hoje, você tem que saber lidar com todas as pessoas, no ano passado elas eram minhas rivais e nesse ano nós estamos jogando juntas. Isso só engrandece mais o elenco. Nosso plantel está muito bom e harmonioso”, afirmou a meia, garantindo que desentendimentos e rusgas ficaram no passado.

Anúncio

Últimas

Vila Nova/Goianos adia avaliação para novas atletas

O Vila Nova/Goianos anunciou a suspensão dos treinos para novas atletas, que seriam realizados na quinta-feira (4). A medida foi tomada por conta...

Goiás fica em 3º lugar no Open Funcional de Judô Veteranos

O estado de Goiás obteve a terceira colocação geral no Open Funcional de Judô Veteranos, realizado no último final de semana, de...

Confira os possíveis adversários dos times goianos na 1ª fase da Copa do Brasil

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realiza nesta terça-feira (02) o sorteio dos confrontos da primeira fase da Copa do Brasil 2021....

Campeão brasileiro com o Vila Nova, volante Pablo é emprestado ao Bahia

Na tarde desta segunda-feira (01), o Vila Nova finalizou a negociação do volante Pablo. O atleta de 21 anos que foi titular...

Fora de casa, Atlético-GO estreia dia 10 na Copa do Brasil sub-20

Único representante do futebol goiano na Copa do Brasil Sub-20, por ter vencido o Torneio FGF Sub-20 no ano passado, o Atlético...
Anúncio