5.6 C
New York
segunda-feira, agosto 10, 2020
Início Futebol Vila Nova "Não fizemos mais que nossa obrigação", diz presidente do Vila sobre classificação

“Não fizemos mais que nossa obrigação”, diz presidente do Vila sobre classificação

O Vila Nova não brilhou, mas venceu o Galvez em Rio Branco para avançar à 2ª fase da Copa do Brasil. Após o confronto, o presidente Hugo Jorge Bravo afirmou que a classificação na competição nacional era obrigação.

– Não fizemos mais do que nossa obrigação, que era vencer. Sempre respeitamos o adversário, mas cumprimos nosso dever de sair classificados – disse o mandatário em entrevista à Rádio CBN Goiânia.

Mais do Tigrão
Ariel Mamede elogia competitividade
Confira a história do duelo no Acre

Pela classificação, o Tigre recebe R$ 650 mil. Porém, uma determinação da Justiça do Trabalho deve bloquear boa parte dos recursos para pagamento de ações trabalhistas de ex-jogadores do clube.

Para superar os problemas orçamentários, Bravo pede o apoio do torcedor. O presidente colorado espera que os vilanovenses encham o OBA diante do Crac, na segunda-feira (17) para que o dinheiro da bilheteria seja utilizado no pagamento de premiações.

– Só quero pedir o apoio do torcedor, para comparecer segunda-feira porque preciso pagara a premiação pela classificação. Neste ano, não teremos o prazer, como foi nos outros anos, de tirar do próprio prêmio pago pela CBF. Sei que o torcedor ainda está magoado pelo resultado de domingo (contra o Goiânia), mas venha abraçar o processo de reconstrução – ponderou.

Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730 e Jornal Diário do Estado.
Anúncio

Últimas

Embalada, Rensga encara Team oNe de olho em decisão inédita

A Rensga faz o maior jogo de sua história nesta terça-feira (11). Às 18h, a organização goiana duela com a Team oNe,...

Após empate com Vila, Manaus anuncia saída de treinador

A primeira rodada da Série C nem foi concluída, mas já aconteceu a primeira demissão de treinador. Após empatar com o Vila Nova na estreia, o Manaus anunciou a saída do técnico Welington Fajardo.

Túlio Lustosa defende jogadores após acusações: “Eles são pessoas públicas e sabem disso”

Diretor de futebol do Goiás, Túlio Lustosa falou nesta segunda-feira (10) sobre as acusações de que alguns atletas do clube estariam "furando a quarentena". Segundo o dirigente, não chegou nenhuma reclamação para a diretoria sobre isso até hoje e que um suposto vídeo que está circulando nas redes é antigo.

Chico demonstra aflição com pandemia no Brasileiro e destaca sonho em defender seleção coreana

Recém-contratado pelo Atlético, o meia-atacante Chico foi apresentado nesta segunda (10). Na sua primeira entrevista pelo novo clube, admitiu a preocupação com a saúde e falou sobre eventuais novos casos de adiamentos de partidas nos Brasileirão, em virtude da pandemia do novo coronavírus. O sonho de defender a seleção da Coréia do Sul e as expectativas com a camisa rubro-negra também foram assuntos.

Após ansiedade e “susto” na estreia, Rafhael Lucas mira sucesso no Vila Nova

Um dos candidatos a "homem-gol" do Vila Nova na Série C 2020 é um velho conhecido do torcedor goiano. Ex-Goiás (2016) e Anapolina (2020), Rafhael Lucas, de 27 anos, fez seu primeiro jogo pelo clube colorado contra o Manaus, no empate por 1 a 1.
Anúncio