Túlio Lustosa exime Barbieri por revés: “Culpar uma pessoa é covardia”

Foto: Sintonia Esmeraldina
Anúncios

O gestor de futebol do Goiás, Túlio Lustosa, preferiu não apontar culpados pela derrota esmeraldina no primeiro jogo da decisão do Goianão 2019. Segundo o dirigente, responsabilizar unicamente uma pessoa, seja ela qual for, pelo revés de 3 a 0 seria “covardia”.

– A gente não tem que achar um culpado agora. Primeiro que o campeonato não acabou ainda. Temos mais 90 minutos para tentar reverter o resultado. Culpar uma pessoa é uma covardia tremenda. Não dá para julgar nem treinador, nem diretoria, muito menos algum jogador isoladamente. Vamos tentar achar os erros para consertar. Nossa temporada não se resume ao Campeonato Goiano. Vamos consertar os erros para o Brasileiro – ponderou.

Técnico alviverde diz que time teve início nervoso no clássico

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lustosa também admitiu que o Atlético está muito perto de quebrar a sequência de quatro títulos estaduais seguidos do Verdão. De acordo com o gestor, o Esmeraldino ainda alimenta esperanças do título, mas a vantagem rubro-negra é bem expressiva.

– A verdade é que (o Atlético) colocou a mão na taça. Se não fizermos uma partida perfeita no jogo em que somos mandantes, eles vão levar a taça. Mas não acabou ainda – comentou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE