Com ataque de peso, Aparecidense quer dar o próximo passo: título

Arte: Willian Rommel/EG
Anúncios

Nos últimos anos, a Aparecidense se consolidou como uma das principais equipes do futebol goiano, com dois vice-campeonatos (o último no ano passado). O objetivo, em 2019, é dar os próximos passos: o título estadual e o acesso à Série C brasileira. Para isso, confiam em nomes conhecidos e, principalmente, em um tradicional artilheiro. Nonato, goleador de quatro das cinco últimas edições, é a referência ofensiva.

-> Zagueiro deixou o clube rumo ao futebol europeu!

Para ter sucesso, o Camaleão aposta em uma mescla de atletas que já defenderam a equipe em outras oportunidades, aliada em nomes conhecidos do futebol goiano e até brasileiro. Pedro Henrique, Rafael Cruz, Filipe, Robson, Aleílson e Uederson são alguns dos remanescentes. Também defendem o clube: o zagueiro Domingos, o meia-atacante Alex Henrique, além do atacante Moisés.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra novidade é Márcio Fernandes. Campeão com o Vila Nova, o treinador promete montar um time ofensivo para chegar ao topo. “Uma equipe que propõe o jogo, que tenta conduzir com posse de bola, com qualidade para chegar no ataque. É uma das características dos meus times. Fiz isso no Vila e em outras que passei e estamos tentando colocar isso em prática”, ressaltou em entrevista exclusiva ao Esporte Goiano.

Ouça a entrevista com Márcio Fernandes:

Associação Atlética Aparecidense
Fundação: 22 de outubro de 1985
Estádio: Aníbal Batista de Toledo
Melhor participação: Vice-campeã em duas oportunidades (2015 e 2018)
Em 2018: 2º colocado
Palavra do treinador:  “De maneira alguma somos favoritos. Os grandes de Goiânia estão contratando e muito bem, em um nível excelente. Isso torna o campeonato como um dos mais competitivos e difíceis de todos os anos. Em todas as vezes que acabou chegando (nas finais), a Aparecidense teve como diferenciais a determinação, o conjunto, união do grupo e agora não é diferente”.
Time-base: Pedro Henrique; Rafael Cruz, Domingos, Filipe e Rayro; Tiago Ulisses, Washington e Alex Henrique; Moisés, Aleílson (Uederson) e Nonato.
Treinador: Márcio Fernandes
Briga por: Título

Comentários

comentários

PUBLICIDADE