Entrevista: Preparador físico vê pausa como necessária e faz alerta aos clubes

Foto: Rosiron Rodrigues/GEC
Anúncios

O preparador físico Robson Gomes é um velho conhecido do futebol goiano, pelas quatro passagens que teve no Goiás Esporte Clube (de 1999 a 2002 e de 2008 a 2009, depois de 2011 a 2014 e de abril a dezembro de 2019).

Formado em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e com o curso de licença A da CBF para treinadores. O profissional de 55 anos trabalha desde 1985 com o condicionamento físico de atletas.

No futebol brasileiro, Robson já trabalhou em times do sul: Athlético Paranaense, Avaí, Coritiba, Criciúma, Chapecoense, Figueirense, J Malucelli, Londrina, Paraná e Rio Branco-PR; do nordeste: Sampaio Corrêa-MA; do sudeste: Atlético Mineiro, Botafogo e Cruzeiro; e do exterior, como o Cerro Porteño-PAR e a Seleção da Arábia Saudita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais dicas de lazer e cuidado na quarentena:
Confira uma lista de filmes e séries sobre automobilismo para assistir na quarentena
Confira uma lista de filmes e séries sobre futebol para assistir na quarentena
COB lança manual com orientações aos atletas na quarentena

Em entrevista exclusiva ao Esporte Goiano, Robson Gomes falou sobre a importância da paralisação, das recomendações que os clubes repassaram aos atletas, dos cuidados que os jogadores devem ter com a alimentação e repouso. Confira!

Paralisação brusca da temporada

“A paralisação das competições é o menor dos problemas. Temos que respeitar o futuro das pessoas que gostamos, principalmente, as de idade avançada”

Cuidados em casa

“É período de reeducação: do controle físico, repouso e alimentar. ‘Vacina’ para o desenvolvimento no retorno as atividades.”

Benefícios e malefícios da paralisação

“Devido a esse momento de pandemia mundial, a parte de preparação física praticamente zera. Tem que brigar por um período de adaptação e readaptação, para que o atleta não seja prejudicado.”

Acompanhe-nos por aqui e pelas nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Comentários

comentários

PUBLICIDADE