5.6 C
New York
quinta-feira, junho 30, 2022
Início Futebol Futebol Goiano Desde 2014, equipes dos artilheiros da edição não vencem o Campeonato Goiano

Desde 2014, equipes dos artilheiros da edição não vencem o Campeonato Goiano

Em uma competição, analisando o lado coletivo, a glória maior fica naturalmente com o clube campeão. No âmbito individual, a artilharia é uma das premiações mais visadas pelos jogadores. No Campeonato Goiano, há um dado curioso a respeito disso: nas últimas seis edições, as equipes que contaram com o artilheiro do torneio não conseguiram faturar o título. A última vez em que um time conseguiu os dois feitos foi em 2014.


Mais do futebol goiano
Anápolis faz mistério e não revela escalação
Pintado é o novo técnico do Goiás

No Goianão de 2020, Alex Henrique marcou oito vezes, mas a Aparecidense caiu nas semifinais. No ano anterior, Alan Mineiro tinha sido o artilheiro com nove gols, mas o Vila Nova também foi eliminado nas semis. Em 2018, Alex Henrique foi o maior marcador, e naquela ocasião o Camaleão perdeu na final. Em 2017 e 2016, os artilheiros foram Gilson, do Itumbiara, e Nonato, do Goianésia, respectivamente. Em ambas as ocasiões, os times foram despachados logo na fase de grupos. Em 2015, Nonato deteve a marca, e o Goianésia chegou apenas até as semifinais.

- Anúncio -

A última vez em que o clube campeão contou também com o artilheiro foi em 2014. Naquela edição do Campeonato Goiano, o posto ficou dividido entre três jogadores: Araújo, do Goiás; Nonato, do Goianésia; e Júnior Viçosa, do Atlético, todos com nove tentos. Como o Dragão se sagrou campeão naquela temporada, o rubro-negro conseguiu os dois feitos em um mesmo ano. Curiosamente, a última vez em que o campeão contou com um artilheiro isolado foi também com o Atlético, em 2011, quando Marcão fez 13 gols.

No Goianão de 2021, a corrida pela artilharia está acirrada. Alex Henrique, da Aparecidense, lidera a disputa com sete gols. Roberson, do Atlético, vem logo atrás com seis. Vinícius Lopes, do Goiás, fecha o “Top 3” com cinco bolas na rede. Todos esses três clubes estão inseridos nas quartas de final da atual edição, mas o esmeraldino precisa reverter uma desvantagem de 3 a 0 contra o Dragão e vive uma situação complicada, ao contrário de Atlético e Aparecidense, os quais venceram seus jogos de ida por 3 a 0.

Com isso, Alex Henrique e Roberson largam na frente no estadual que está perto de suas semifinais. Entre os outros times que também estão nas quartas, os representantes mais notáveis são: Pedro Júnior (Vila Nova), com quatro gols; Anselmo (Anápolis), com três; Lucão, Matheus Porto e Neto Trindade (Grêmio Anápolis), com dois; e João Lucas, Elias e Roger Goiano (Iporá), com dois. Pelo lado da Jataiense, nenhum atleta marcou mais de um gol até aqui.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Luiz Felipe Mendes
Jornalista formado pela PUC Goiás. Amante de todos os esportes, especialmente futebol e futebol americano.
Anúncio

Últimas

Atlético-GO visita Olímpia pelas oitavas da Sul-Americana

O Atlético-GO viaja ao Paraguai para encarar o Olímpia nesta quinta-feira (30), no Estádio Defensores del Chaco, às 21:30h, pelo jogo de...

Melou! Por estar fora das condições físicas ideais, zagueiro não irá assinar com o Goiás

O zagueiro Arthur Henrique, que estava acertado com o Goiás, não vem mais ao clube esmeraldino. O atleta está fora das condições...

Grêmio Anápolis vende em definitivo o lateral Igor Milioransa a clube português

O Grêmio Anápolis anunciou na noite desta terça-feira (28) a venda em definitivo do lateral esquerdo Igor Milioransa ao Acadêmico de Viseu....

Vila Nova empata com o Atlético/GO e se sagra campeão goiano sub-20 de 2022

Atlético/GO e Vila Nova empataram em 0 a 0, na tarde desta quarta-feira (29), no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. A partida...

Olimpia x Atlético/GO terá arbitragem chilena, confira

A Conmebol definiu a escala de arbitragem para os jogos de ida da fase oitavas de final da Copa Sul-Americana, que ocorrem...
Anúncio