Wesley Matos responde provocações: “Quem acha que já subiu que tome cuidado, pois estamos vivos”

Foto: Douglas Monteiro/VNFC
Anúncios

O Vila Nova segue sua preparação para enfrentar o Coritiba. Para o duelo de sábado, 21h, no Serra Dourada, Anderson Luís, Geovane e Gastón voltam a ficar à disposição, enquanto Alan Mineiro e Vinícius Leite, suspensos, serão desfalques. As mudanças constantes foram comentadas pelo capitão Wesley Matos.

“O professor não consegue manter a escalação desde o clássico, seja por lesões ou suspensões. São duas baixas fortes, mas quem entrar tem de vestir a camisa, por o coração na ponta da chuteira, é um momento do algo a mais, temos de fazer ainda mais força, pois parece que para o Vila é tudo mais difícil. É concorrente direto e tenho certeza que será um grande jogo”

Confira os detalhes da venda de ingressos!
Atacante deixou o clube sem marcar gols. Leia!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os empates com Ponte Preta e Oeste fizeram o Tigrão se distanciar do G-4. Está em oitavo lugar, com 37 pontos, cinco a menos que o Avaí, quarto colocado. No entanto, o zagueiro espantou o desânimo e descrença, garantindo que o Vila segue muito vivo na luta pelo acesso.

“Podemos citar ‘ene' exemplos de clubes que conseguiram uma arrancada na reta final da Série B, como o Santa Cruz, Paraná mesmo, no ano passado. Em 2015, jogando no América/MG, se não me engano, estávamos em oitavo lugar nessa rodada. Não tem como desanimar, o campeonato não acaba sábado. São 13 rodadas ainda, tem muita coisa para acontecer, nosso final de tabela é muito bom para nós. Temos de, faltando dez jogos, chegar na briga. Cinco pontos é coisa que dá pra tirar rapidamente dentro de Goiânia”.

Elogios do professor e recado aos adversários

Na última semana, em entrevista coletiva, o técnico Hemerson Maria elogiou bastante Wesley Matos, pelo desempenho, postura e liderança, tanto dentro, quanto fora de campo, ressaltando que ele representa bem o Tigre, animal símbolo do clube.

“Agradeço aos elogios do professor. Tento fazer cada jogo como se fosse meu último, me entregando ao máximo, pelos meus companheiros, pelos funcionários, pela humildade que tem aqui, pela torcida, que é carente de conquistas e merece”.

Em redes sociais, muitas provocações aos colorados estão sendo publicadas por rivais, que brincam com o fato de Atlético e Goiás terem ultrapassado o Vila Nova na tabela de classificação. Wesley Matos fez questão de responder e mandar um recado aos concorrentes.

“Rede social é meio complicado. Essas coisas (morrer na praia) é mais por conta dos adversários, que plantam e falam algumas coisas. Nossa torcida, às vezes, acaba indo no barulho, o que acaba atrapalhando um pouco e os afasta da arquibancada. O que passo para eles é que continuem acreditando, pois tem muita coisa para acontecer. Quem acha que já subiu que tome cuidado, pois nós estamos vivos ainda”.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE