5.6 C
New York
sábado, janeiro 23, 2021
Início Futebol Atlético Atlético estuda pedir anulação do sorteio da Copa do Brasil

Atlético estuda pedir anulação do sorteio da Copa do Brasil

O presidente do Atlético-GO, Adson Batista, disse que diretoria e departamento do clube “estão avaliando”a possibilidade de um pedido formal de anulação do sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil.


O questionamento parte de um momento do sorteio em que Roger Flores trocou a bola que definiu o adversário rubro-negro. Um vídeo com a ação viralizou nas redes sociais.

Mais do Dragão
Veja como foi o sorteio ao vivo
Opinião de Alex Rodrigues: É possível avançar

Com o sorteio realizado o Atlético soube que irá enfrentar o Internacional. Questionado pelo EG sobre uma eventual ação, o presidente Adson Batista disse  que “não sabe se vale o desgaste”, mas deixou claro que estuda a possibilidade de acionar a Justiça.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais e vem causando bastante indignação por parte dos torcedores. Até o momento a CBF ou o próprio Roger Flores, não se manifestou sobre o ocorrido. 

Procurado pelo o Esporte Goiano, o diretor jurídico do Atlético Goianiense, Paulo Henrique Pinheiro, salientou que ninguém do clube o procurou até o momento. Ele, porém, questionou o mecanismo do sorteio, no seu programa “Lei do jogo”, na Rádio Bandeirantes.

– Não é novidade toda essa discussão sempre após os sorteios. Ocorreu até em âmbito de Copa do Mundo, se teria diferença no peso de cada bolinha, para privilegiar cada time na escolha dos adversários. O regulamento traz a necessidade da realização de um sorteio para definir os confrontos e os mandos de campo, de forma pública, possibilitando um acesso a todos, para verificar uma idoneidade do evento, e isso ocorreu.  Analisando as imagens em si, pode gerar discussões de forma diversas, mas uma coisa é fato, eu penso que deve haver uma melhora dos procedimentos dos sorteios realizados pela CBF. Ao invés de ter uma pessoa para retirar a bolinha, para evitar qualquer discussão sobre um ato falho, de uma troca ou não de forma não intencional, bastaria colocar dentro de uma urna e retirar como é de regrar em outros sorteios. De todo o modo, caso alguma das equipes se sentir prejudicada, poderá sim fazer o requerimento do administrativo 1°, para a CBF, solicitando que haja um novo sorteio, e caso isso seja negado, o clube poderá levar também ao STJD.  


Veja o vídeo que gerou a grande repercussão sobre o assunto, feito pela CBFTV: 

 

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube 

Willian Rommel
Jornalista formado na UFG. Pós graduado em jornalismo esportivo pela faculdade Estácio. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, na Rádio Difusora 640 AM, Bandeirantes Goiânia, Diário de Goiás e na TV UFG. Atualmente é Repórter do site Esporte Goiano.
Anúncio

Últimas

Dois suspensos e mais quatro ausências: veja provável Atlético/GO contra Fortaleza

O Atlético Goianiense finaliza, neste sábado (23), a preparação para enfrentar o Fortaleza, pela 32ª rodada do Brasileirão. A tendência é que...

Troféu do Goianão 2020 homenageará Maguito Vilela

A Federação Goiana de Futebol (FGF) homenageará Maguito Vilela, prefeito eleito de Goiânia, falecido no último dia 13 de Janeiro, batizando o ...

Du Gaia deixa Goiânia e acerta com o Goianésia

O imbróglio envolvendo o atacante Du Gaia e o Goiânia chegou ao fim. O atacante acertou sua saída do Galo e já tem casa nova: vai defender o Goianésia na temporada 2021.

Em busca do Tri, Vila Nova recebe o Remo pelo jogo de ida da final da Série C

Neste sábado (23), às 17h, Vila Nova e Remo, no Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA), dão início a decisão do título da Série...

Em casa, Vila Nova estreia na Superliga B 2021

O Vila Nova começa neste sábado (23), às 18h, sua caminhada na Superliga B 2021. Recém-promovido à segunda divisão, o Tigre recebe...
Anúncio