Com atividades suspensas pelo coronavírus, Rednecks planeja temporada

Foto: Esporte Goiano
Anúncios

O mundo dos esportes está parado com a ameaça de contaminação pelo COVID-19, coronavírus. No Estado de Goiás já foram registrados 12 casos, sendo cinco na cidade de Goiânia. Por esse motivo, atendendo a solicitação da Secretaria de Saúde, o Goiânia Rednecks suspendeu na última terça-feira (17) as atividades de suas equipes masculina e feminina.

Mais do Futebol Americano:
Rednecks voltam ao cenário nacional para reconquistar espaço
Saints esperam guinada nesta temporada

Em entrevista ao Esporte Goiano, Ricardo Maciel, headcoach do Rednecks, revelou as medidas adotadas pela equipe neste período de quarentena.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O time está atendendo as recomendações do decreto do governador e por isso, suspendeu todas as atividades. Com isso, os jogadores ficarão pelo menos duas semanas sem treinar. Então, nós temos feito videoconferências para discutirmos assuntos táticos, aproveitando este período de quarentena, de alguma forma”, revelou.

Taça Cairo Santos

O Goiânia Rednecks será o representante goiano na disputa da 5ª edição da Taça Cairo Santos, porém a Federação de Futebol Americano do Cerrado (FeFAC), instituição que organiza e realiza o campeonato, soltou uma nota na última terça (17), informando a respeito do adiamento sem data definida, para o início do torneio.

View this post on Instagram

*COMUNICADO OFICIAL* A FeFAC comunica que respeita as recomendações do Ministério da Saúde, decretos e recomendações do GDF e da Confederação Brasileira de Futebol Americano por conta da propagação do Coronavirus e que, por isso, comunica o adiamento, ainda sem data definida, da abertura oficial do campeonato que iria acontecer no dia 28/03, além das partidas marcadas para os próximos meses da V Taça Cairo Santos. Sugerimos para as equipes do nosso cerrado que revisem seus planos de treinos presenciais para que não haja aglomeração de atletas, assim reduzindo os riscos de possível contágio ou, até mesmo, cancelamento dos treinos presenciais, se a equipe e sua diretoria acharem necessário. Felipe Takatsu, presidente da FeFAC

A post shared by Federação de F.A do Cerrado (@fefac_oficial) on

Comentários

comentários

PUBLICIDADE