Adson Batista revela preocupação com receitas do clube e sequência da temporada

Foto: Paulo Marcos/ACG.
Anúncios

Após a paralisação do Campeonato Goiano e da Copa do Brasil devido ao coronavírus, os futuro da temporada virou um grande ponto de interrogação para os clubes.

Mais do Futebol
Confira entrevista com o preparador físico Robson Gomes
Leia entrevista com o atacante Welinton Júnior
Grêmio Anápolis divulga lista de atletas que permanecem com contrato

Em entrevista ao repórter Alex Rodrigues, da Rádio CBN, o presidente-executivo do Atlético, Adson Batista disse que o momento é de preocupação, porém o mais importante é o cuidado com a saúde da população.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O momento é de muita preocupação e que a gente fica, um pouco, sem rumo. Não é culpa de ninguém. É uma questão sanitária e infelizmente está acontecendo. Espero que neste momento, possamos nos preocupar mais com a saúde das pessoas e superar essa adversidade”, afirmou o presidente.

O presidente rubro-negro revelou ter muita preocupação com as receitas do clube, de acordo com Adson estão sendo discutidas algumas ações com o departamento jurídico.

“Estamos discutindo algumas ações com o Doutor Paulo Henrique e o Doutor Marcos Egídio, para buscarmos algumas alternativas. Todos tem que entender este é um momento delicado para todos, não só para o clube. É evidente que queremos ter a melhor relação com os jogadores. Porém, neste momento, é preciso entender que temos de dar um passo atrás, para no futuro darmos dois passos adiante”, falou o presidente a respeito da questão salarial do Atlético.

Férias coletivas dos jogadores

Na tarde desta quinta-feira (26), ficou decidido por meio de uma reunião entre os clubes da Série A e a CBF dar férias de 20 dias aos atletas, a partir do próximo dias 01/04, podendo virar 30 dias caso a situação da pandemia não melhore.

“Olha, as férias dos jogadores do Atlético começou no dia 18 ou 19 de março, se não me engano. Nós vamos avaliar a questão sanitária quando terminar esses 15 dias, para saber se retornamos ao trabalho ou ampliamos o tempo de recesso. Mas nós vamos estar estudando junto ao nosso departamento jurídico, para tomar a melhor decisão, respeitando o clube, os atletas e esse momento difícil, dessa pandemia”, declarou Adson Batista.

Campeonato Goiano

Neste final de semana, a paralisação do Campeonato Goiano irá completar duas semanas. O torneio foi interrompido na 10ª rodada da primeira fase, com o Atlético na ponta da tabela com 23 pontos conquistados. No entanto, ainda não há uma definição de como será resolvido o imbróglio dos Estaduais.

“Participei da videoconferência da CBF (realizada nessa quinta, 26) na qual discutimos questões financeiras, do Brasileirão, e em nenhum momento falamos dos Estaduais. Eu acho que os Estaduais vão ficar para segundo plano, porque não tem datas (no calendário) e o Brasileirão é o ‘carro-chefe' que vai segurar os clubes.

Em relação, a proclamar o Atlético como Campeão Goiano de 2020, essa é uma questão que a Federação Goiana de Futebol tem de avaliar e analisar, além de ser uma questão de ‘força maior'. Já me informaram que virá uma normativa da Fifa a respeito. Então vamos aguardar, para ver o que vai ser feito e espero que tudo possa acontecer da melhor maneira possível.

Mas se você, perguntar para mim, Adson. Eu acho que seria importante reconhecer o clube como campeão, porque a campanha do Atlético foi a melhor”, afirmou o dirigente rubro-negro.

Treinador

Sobre o novo treinador do Dragão, Adson Batista diz que o momento não é favorável para a contratação de um profissional.

“A contratação de um técnico, neste momento, é pouco provável, porque o mercado não oferece muitas opções e, também, não irei contratar treinador para ficar aqui parado. Até porque, não temos dinheiro para ficar fazendo graça.

Além disso, tenho profissionais muito qualificados aqui no Atlético (Eduardo Souza e João Paulo Sanches), às vezes pode faltar um pouco de experiência. Mas conceitos, atualização, vontade de trabalhar e intensidade nós temos de sobra. Então, isso me dá tranquilidade para buscar uma nova opção”, declarou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE