5.6 C
New York
sexta-feira, maio 27, 2022
Início Futebol Vila Nova Após derrota, Wagner Lopes lamenta desempenho do Vila Nova: "Dois ficou pouco"

Após derrota, Wagner Lopes lamenta desempenho do Vila Nova: “Dois ficou pouco”

O técnico do Vila Nova, Wagner Lopes, salientou após a derrota do Tigrão por 2×0, neste domingo (4), no OBA, para o Goianésia, que o clube deixou a desejar em campo. Apesar de ter atuado com um time misto, visando o confronto pela Copa do Brasil no meio desta semana contra o Juventude, o técnico salientou que “faltou muito para um jogo bom” da equipe dentro de campo. 

 

Além do mais o comandante reforçou que a decisão de colocar um time reserva em campo partiu exclusivamente dele, visto que teve em mãos as analises físicas e de desempenho dos atletas, garantindo que tais escolhidos poderiam apresentar um bom futebol, mas o que não ocorreu segundo o próprio. 

- Anúncio -

 

Mais do futebol goiano:
Goleiro comemora empate do Grêmio Anápolis contra o CRAC 
Veja os gols da vitória do Goiás sobre Jaraguá 
Veja os melhores momentos da vitória do Atlético
Iporá vence a Aparecidense 

– As oportunidades foram dadas, a responsabilidade é sempre do treinador, pelas peças que escolhemos. Eu sei que fizemos um jogo abaixo. No começo iniciamos bem ligados, depois fomos perdendo a segunda bola. Foi um jogo muito ruim, perdemos de 2×0 com o nosso goleiro pegando um pênalti, quer dizer, dois ficou pouco, está é a verdade. Depois tentamos retomar a segunda bola, faltou entrar um pouco mais ligado e mais agressivo, para ganhar na imposição física. Faltou muito hoje para nós considerarmos que o jogo foi bom. 

O Vila Nova encarou o Goianésia com uma equipe alternativa visando o duelo de quinta-feira (8), às 21h30, no OBA, pela segunda fase da Copa do Brasil, diante o Juventude. Tal escolha em preservar os atletas partiu de uma escolha pessoal, como garantiu o técnico, quando questionado se fora uma imposição da diretoria.

– É um conjunto de situações, nós temos a fisiologia, a preparação física, temos vários profissionais que nos municiam com dados. Temos um calendário longo e um jogo importante no meio de semana. Se analisarmos o nosso time que começou, foi uma equipe com jogadores experientes, tirando o Markson que chegou agora e o Kelvin que tá voltando, tínhamos jogadores experimentados que já jogaram em grande clubes, e estavam preparados para uma partida do Goianão. A decisão foi do treinador, então tomo para mim toda a responsabilidade da partida. 

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.
Willian Rommel
Jornalista formado na UFG. Pós graduado em jornalismo esportivo pela faculdade Estácio. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, na Rádio Difusora 640 AM, Rádio Bandeirantes Goiânia, Diário de Goiás e na TV UFG. Profissional na área esportiva desde 2012.
Anúncio

Últimas

Dragão conhece adversário das oitavas da Sul-Americana nesta sexta-feira (27); veja os potes

O Atlético-GO conhece nesta sexta-feira (27) o adversário da fase de oitavas de final da Copa Sul-Americana. O sorteio está agendado para...

Stefano destaca sequência positiva do Anápolis pela Série D 2022

O Anápolis vive o seu melhor momento na temporada. A equipe acumula quatro vitórias consecutivas pelo Brasileirão Série D 2022 e obteve...

Confira quem apita os jogos de Goiás e Atlético/GO na 8° rodada da Série A

A CBF definiu a escala de arbitragem da oitava rodada da Série A do Brasileiro, que irá ocorrer neste final de semana...

Finazzi é o novo técnico do Itumbiara para a Divisão de Acesso 2022

Itumbiara anunciou nesta quarta-feira (25) a contratação do técnico Finazzi para a disputa da Divisão de Acesso 2022, que terá início no...

Anápolis divulga detalhes para troca de ingressos para jogo contra o Ceilândia

O Anápolis divulgou, na manhã desta quinta-feira (26), as datas, horários e pontos de troca de ingressos do Programa Torcida Premiada para...
Anúncio