5.6 C
New York
domingo, abril 21, 2024
InícioFutebolBaseVila Nova apresenta nova coordenação e técnico da base

Vila Nova apresenta nova coordenação e técnico da base

O Vila Nova apresentou, nesta quinta-feira (8), a nova comissão técnica e de coordenação das categorias de base. O treinador Jorciley Mendes comandará a equipe sub-20, e o cargo de coordenador da base fica com Yuri Naves. O novo gerente de futebol da base é Vitor Vieira. Eles substituirão, Raphael Miranda e Rodrigo Carvalho, respectivamente, ambos integrados ao departamento de futebol profissional.


Mais sobre o Tigrão
Vila bate a Jataiense e lidera o Goianão

Jorciley vai para seu terceiro clube na carreira. Como treinador, já passou por Avaí e Água Santa, onde teve o seu melhor trabalho ao levar a equipe paulista às oitavas de final da Copinha de 2023. No OBA, o novo comandante quer elevar o nível da equipe vilanovense no cenário nacional.

- Anúncio -

“A ideia principal é mudar o cenário. A gente sabe que 80% ou 90% das equipes jogam da mesma maneira, então a ideia era mudar isso e conseguimos dentro de uma competição de nível nacional e no Paulista também. Foi essa ideia que, talvez, tenha me trazido até aqui e, a princípio, quero manter isso. Mas claro, adaptado a um cenário diferente, para ser competitivo no cenário estadual e nacional, pois o Vila Nova precisa ser o protagonista do estado.” 

Enquanto isso, Yuri Naves retorna ao clube colorado tendo em seu currículo a conquista da Série C do Brasileirão em 2020, como jogador pelo próprio Vila. Seu último trabalho foi como coordenador da base do Boston City FC, de Minas Gerais. Por fim, Vitor Vieira chega ao Tigrão para ser o novo gerente de futebol após ter trabalhado no Atlético-GO, no Atlético-MG e no Athletico-PR.

Yuri revelou que recebeu outras propostas de fora para trabalhar, mas optou pelo Vila Nova por conta do crescimento do clube e pela inspiração no técnico do profissional, Higo Magalhães. Embora descarte ser treinador, o novo gestor aponta o espírito de liderança como fundamental para coordenar a base.

“É sempre preciso saber a importância de todos no processo da formação. Saber quem é a mãe, o pai, o empresário do atleta, o que está acontecendo na casa dele e etc. Então é uma ampla gama de informações que precisamos ter para manter o controle da gerência para coordenar bem o talento do atleta e para o bem do clube. Aqui no Vila, nós não elogiamos apenas o talento, mas sim o que o atleta está conseguindo entregar ao clube acima disso. Por ninguém ser igual, algumas cobranças são maiores para deixarmos de ser uma potência apenas no estado, mas também nacionalmente, o que aumenta o valor e a potencialização do clube.”

Em seu retorno a Goiás, Vitor Vieira se disse feliz com a organização do Vila Nova. O profissional já havia trabalhado com Higo Magalhães no próprio clube e, depois, assumiu diversas funções nos times que passou durante sua jornada administrativa. Vitor também citou a importância de ter sido “scout” antes de ser o gerente da base colorada.

“Quando recebi o convite para voltar, fiquei impressionado com a organização e estrutura do clube, pois mudou muito de seis anos pra cá. O Vila abriu as portas pra mim começar a  minha jornada nessa área e até trabalhei com o Higo no sub-17 na época. Atualmente, a captação de atletas pra base é muito mais agressiva e concorrida, e só aqui em Goiás, temos olheiros de sete clubes do eixo  e isso dificulta a disputa. Mas sempre buscamos trazer os atletas para formá-los, vendê-los e ficarmos com uma boa porcentagem desses garotos. É minha primeira vez nessa função, mas suas demandas e relacionamentos são parecidos com as de um scout, além daqui me deixar bem tranquilo pra trabalhar bem”.

 

 

Matheus Oliveira
Jornalista em formação pela Universidade Federal de Goiás, integrante do Doutores da Bola - UFG, apaixonado por esportes e estagiário do Esporte Goiano.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P