5.6 C
New York
domingo, fevereiro 25, 2024
InícioFutebol AmericanoFlag FootballSeleção brasileira feminina de flag conclui training camp em Goiânia

Seleção brasileira feminina de flag conclui training camp em Goiânia

A seleção brasileira feminina de flag football concluiu neste domingo (24) um training camp no estádio Serra Dourada, em Goiânia. O evento teve dois dias de duração, com treinamentos intensos, apesar do calor na capital goiana.


Mais de 20 atletas participaram das atividades, sob as ordens da treinadora Ana Luiza Casarin, ex-atleta das Onças. Ela assumiu como coordenadora ofensiva antes da pandemia de Covid-19 e, neste ano, tornou-se head coach.

Mais do futebol americano
Gama LR perde mais uma no CBFA

- Anúncio -

Entre as jogadoras estiveram quatro atletas goianas. Ranubia Oliveira, Tamires Rodrigues, Mariana Patrocínio e Mariana Teles, todas do Rednecks, participaram dos treinamentos no Serra Dourada.

O training camp é aberto, mas destaques da região são sempre convidados para atuar. De acordo com a head coach das Onças, esta é uma oportunidade de aprimorar fundamentos. “É o dia todo de treino. A gente faz alguns exercícios técnicos, mas focamos muito mais no tático, na execução de playbook, jogadas, na defesa, para desenvolver mais o jogo”, disse.

O training camp de Goiânia foi um passo importante na formação da seleção Centro-Oeste de flag feminino. Esta é a nova aposta no Brasil para impulsionar o esporte. Uma competição envolvendo todas as regiões, inclusive, está programada para abril do ano que vem, ainda sem local definido. “Fizemos a análise para convocar a seleção local”, conta Casarin.

Muitas das jogadoras também podem aparecer na convocação das Onças. Normalmente, a seleção convoca 58 atletas e forma dois times, um principal e outro de desenvolvimento, das quais 12 são selecionadas para atuar nos torneios internacionais.

“Já faço esses eventos alguns anos. É gostoso, pois viajamos muito o Brasil, conhecemos muitas pessoas, com estilo de jogo diferente. Aqui a estrutura foi ótima e há muito carinho”, ressalta a técnica.

*Colaborou Isabella Brito

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Jornal Diário do Estado, Diário de Goiás e Rádio BandNews.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P