Números: Vila atual é superior ao de 2017 na Série B

(Foto: Comunicação/Vila Nova)
Anúncios

Em 2017, o Vila Nova “namorou” com o acesso por boa parte da Série B, figurando no G-4 em mais da metade da competição. No entanto, o rendimento da equipe caiu na reta final do torneio, culminando com a 7ª colocação ao final da 38ª rodada.

Hemerson Maria elogia equilíbrio emocional em vitória diante do Paysandu!

Na atual temporada, o Tigre começou com tudo no campeonato, vencendo seus quatro primeiros desafios. Após esse período, as vitórias tardaram a vir, mas os comandados de Hemerson Maria parecem ter superado esse momento. Mais uma vez, o time vive boa fase na Série B, ocupando a vice-liderança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em comparação das duas campanhas do Vila após 15 rodadas disputadas, conseguimos afirmar que o atual time colorado é superior ao da temporada passada: 26 pontos contra 23 em 2017.

Mesmo assim, a grande força do Tigre em 2018 vem surgindo em partidas longe de sua torcida. Em 2017, na mesma etapa da Série B, o Tigre havia conseguido apenas 46% de aproveitamento fora de casa, somando 11 pontos em 24 disputados. Na campanha atual, os 67% de aproveitamento são bem superiores, com 16 tentos nos mesmos 24.

Em casa, no entanto, o rendimento no ano anterior era melhor. Na temporada passada, o Vila conseguiu 57% de aproveitamento como mandante, superando os 48% da campanha de 2018. Vale ressaltar que, atualmente, o Tigre está vivendo um jejum de mais de dois meses sem vitórias no Serra Dourada.

A defesa do time colorado, um ponto que é elogiado na equipe atualmente, é bem superior ao de 2017. Ao lado do Fortaleza, líder da Série B, o Tigre tem a menor quantidade de gols sofridos: apenas dez. Na temporada anterior, nesta etapa do campeonato, a zaga já havia sido vazada em 15 oportunidades. Em contrapartida, o ataque, que já foi bem criticado em 2018, fica devendo em relação ao ano passado: 15 gols marcados contra 18.

Manutenção de nomes
De uma temporada para a outra, é comum as equipes venderem alguns nomes que se destacaram. No Vila não foi diferente, Alan Mineiro e Wesley Matos, destaques em 2017, saíram do Tigre. Não demorou muito para que os atletas retornassem e, em pouco tempo, voltassem a fazer parte da espinha dorsal colorada. O zagueiro é titular absoluto na defesa, enquanto o meia é, como no ano passado, artilheiro do clube na Série B (quatro gols).
Outros nomes como Geovane, volante, e Maguinho, lateral-direito, continuaram na equipe após a campanha de 2017. Hemerson Maria também seguiu no comando técnico do Vila Nova, completando 1 ano e 2 meses no clube no último dia 9.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE