Ney Franco admite números defensivos ruins mas destaca metas atingidas

66
Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás E.C.
Anúncio

Na 37ª rodada da Série A, o Goiás foi goleado mais uma vez. Agora, na noite desta quinta-feira (05), foi a oportunidade do Palmeiras aplicar um resultado de 5 a 1 sobre o esmeraldino. Anteriormente, o clube goiano já havia sido atropelado por Flamengo e Santos – ambos por 6 a 1 – e pelo Grêmio, que venceu por quatro gols.

Mais do Verdão
-> Veja como foi Palmeiras 5×1 Goiás
-> Tabela da Série A

Desta forma, o Goiás chega a 62 gols sofridos no Brasileirão. Geralmente, esses números defensivos indicam queda para a Série B. Porém, o alviverde fez um 2º turno de recuperação e hoje está em 10º na tabela da elite do futebol brasileiro. Para se ter uma ideia, em 2010 e 2015, anos de rebaixamento, o Verdão sofreu só um pouco mais de gols: 68.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diante disso, o técnico Ney Franco admitiu desempenho ruim da defesa esmeraldina ao longo da temporada e prometeu ajustes visando o próximo ano.

“Estamos entre as equipes com poderio ofensivo, mas não podemos disputar um Brasileiro com esse número de gols sofridos. São claros e temos de interpretar isso. Tivemos de trabalhar passo a passo, para não entrar na zona de rebaixamento, desenvolver a força ofensiva, classificar para a Sul-Americana e fechar o Brasileiro na parte de cima – dez primeiros. No início da próxima temporada, temos de fazer um ajuste melhor do sistema defensivo. Talvez, se tivéssemos esse equilíbrio, poderíamos estar em um posto melhor”, opinou Ney.

Metas de Ney alcançadas

Apesar de ter uma defesa bastante vazada, o alviverde fez bonito na Série A dentro de suas projeções. O Goiás sequer passou perto de ser rebaixado e também atingiu outra meta no retorno à Série A após três anos na B. O clube voltará a disputar uma competição continental – a Copa Sul-Americana de 2020, torneio no qual o Verdão foi finalista há nove anos. Ney Franco destacou essas conquistas alcançadas ao longo da Série A pelo seu plantel.

“Até o presente momento, estamos na 10ª colocação. Fugimos do rebaixamento e a outra meta seria confirmar a classificação para uma competição continental. E a gente conseguiu para a Sul-Americana. Éramos uma equipe com possibilidade de queda para a 2ª divisão, até pelos números no início, e chegamos à penúltima rodada do Campeonato Brasileiro com a possibilidade de uma Pré-Libertadores”, destacou o treinador.

O Goiás volta a campo no próximo domingo (08), às 16h, no Estádio Serra Dourada. O adversário da vez é o Grêmio, pela 38ª e última rodada, para encerrar a temporada esmeraldina.

anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here