Goiás joga mal e só empata com o Brasiliense pela Copa Verde

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Anúncios

A má fase insiste em continuar de mãos dadas com o Goiás. Nesta quarta-feira (14), o Esmeraldino foi até a cidade de Taguatinga, onde estreou com empate na Copa Verde. No Estádio Boca do Jacaré, os comandados do técnico Lauro Martins ficaram no 0 a 0 com o Brasiliense.

Confira como foi a partida!

Com o resultado, o confronto está em aberto. A decisão da vaga para a próxima fase será na próxima quarta-feira (21), às 16h, no Estádio da Serrinha. Quem passar, pega o vencedor de Ypiranga, do Amapá, e Atlético, do Acre.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogo

Dono da casa, o Brasiliense foi melhor no primeiro tempo. Com muita dificuldade na criação de jogadas, o Goiás não incomodou o gol defendido pelo goleiro Edmar Sucuri. A melhor chance da primeira etapa saiu dos pés do experiente Edno, ex-Portuguesa e Corinthians. Na marca dos 36 minutos, o atacante recebeu um passe açucarado de Romarinho e finalizou. O goleiro Marcelo Rangel, numa linda defesa, salvou o Verdão.

Na volta do intervalo, o Jacaré seguiu melhor. Aos 8 minutos, Edno voltou a incomodar Marcelo Rangel. Numa cobrança de falta venenosa do atacante do time candango, Rangel não segurou e deu rebote. Jobson chegou finalizando. O goleiro esmeraldino se recuperou e fez mais uma defesa difícil.

Aos 19, veio a principal chance do Brasiliense na partida. Depois de um cruzamento de China, Romarinho subiu no segundo andar e cabeceou. A bola explodiu na trave. Seis minutos mais tarde, o Goiás teve sua grande oportunidade de marcar. Em cobrança de escanteio, Renatinho quase marcou olímpico. Aos 36, Heron ainda foi expulso, o que colocou mais fogo na partida. Os donos da casa seguiram atacando, mas não marcaram.

Ficha Técnica
Brasiliense 0x0 Goiás
Jogo de ida da 2ª fase da Copa Verde
Data: 14 de agosto de 2019
Horário: 15h
Local: Estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF)
Público: 833 pagantes
Renda: R$ 7.010,00
Cartões amarelos: Edno (30’/1T), Elcarlos (23’/2T), Lúcio (47’/2T) e Gabriel (48’/2T) – Brasiliense; Jean Carlos (17’/1T), Geovane (41/1T), Heron (7’/2T), Marcelo Hermes (18’/2T), Renatinho (27’/2T) e Ricardo Verza (48’/2T) – Goiás
Cartão vermelho: Heron (36’/2T) – Goiás
Árbitro: Alinor Silva da Paixão (MT)
Assistentes: Marcelo Grando (MT) e Renan Antônio Angelim Rodrigues (MT)
Brasiliense: Edmar Sucuri; Gabriel, Lúcio, Badhuga, China; Ives, Sandy (David Manteiga) e David Sacconi (Tchô); Jobson (Elcarlos), Romarinho e Edno.
Técnico: Ricardo Antônio.
Goiás: Marcelo Rangel; Yago Rocha, Iago Mendonça, Heron, Marcelo Hermes; Geovane, Jean Carlos (Léo Sena), Renatinho, Marcinho; Rafael Moura (Ricardo Verza) e Giovanny Bariani (Kaio).
Técnico: Lauro Martins.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE