Com projeto ambicioso, Goiânia Saints realiza primeira seletiva neste sábado (9)

0
92
Imagem: Divulgação/Goiânia Saints

Goiânia tem uma nova equipe de futebol americano. Depois de Rednecks, Guarás e MadKings, é a vez dos Saints buscarem um lugar ao sol. O primeiro passo será construir um time. Para isso, os gestores realizam neste sábado (9), às 14h, no Centro Esportivo Bola na Rede, a primeira seletiva de atletas.

Insatisfeitos com a gestão que presenciaram em outra equipe goiana, o estudante de Direito, Marcelo Taveira, o faturista hospitalar Lázaro Júnior, e o engenheiro eletricista Pedro Henrique, decidiram fundar o Goiânia Saints e prometem aplicar um modelo inovador.

Segundo o presidente Marcelo Taveira, o projeto se iniciou em agosto e a intenção é gerir os Saints como uma empresa. “Estamos trabalhando em cima de metas e resultados. Queremos que a equipe cresça de maneira exponencial”, relata. O modelo é inspirado no Timbó Rex (SC), Sorriso Hornets (MT) e Sada Cruzeiro (MG).

O nome Saints, embora num primeiro momento pareça alusão à franquia de New Orleans, foi escolhido por votação entre os fundadores. O santo guerreiro, mascote do time, foi pensado para retratar a cultura goiana. “Sugerimos a figura do Diabo Velho, o Bandeirante, ao Thiago Munden, que nos presenteou com a logo. Achamos que seria interessante juntar uma imagem de um santo guerreiro com o diabo velho. Por isso, a expressão mais cansada, de um idoso”, explica Taveira.

Grandes ambições

kickoff do Goiânia Saints ainda não aconteceu, mas o time sonha alto. A equipe foi pré-inscrita na Liga Nacional de Futebol Americano (LNFA), equivalente à 2ª divisão da modalidade no país. “A LNFA é hoje o campeonato mais organizado do Brasil. Eles se preocupam com a frequência de treinamentos, cores dos uniformes, comissão técnica e viabilidade financeira das equipes”, conta o presidente do time aurinegro.

Além do torneio nacional, os Saints deseja participar do Campeonato Candango já em 2018. A ideia é dar ao futebol americano em Goiás uma mentalidade vencedora. “Brasília hoje possui cinco, seis equipes de futebol americano. Minas Gerais tem 45 equipes. Goiás possui apenas três. Ainda estamos aquém, mas queremos ajudar a consolidar o esporte e colocar o estado no mapa do futebol americano nacional”, pontua Marcelo Taveira.

A seletiva será o primeiro passo dos Saints. A equipe ainda não tem um head coach, mas a comissão técnica já tem sete membros, entre coordenadores de unidades e técnicos específicos das posições. “Nossa ambição é trazer um americano, com experiência tanto de atleta como de treinador para ser head coach. Já estamos em contato com um, que inclusive já está nos auxiliando mesmo à distância, mas para trazê-lo precisamos de patrocínio”, revela.

A direção da nova equipe de futebol americano de Goiânia espera uma média de 40 pessoas na seletiva. O presidente Marcelo Taveira está em contato com 30 atletas, dos quais 23 têm experiência no futebol americano.

Seletiva Goiânia Saints
Data: 9 de dezembro
Local: Centro Esportivo Bola na Rede; Av. João Leite, Chácara 33, Setor Santa Genoveva
Horário: 14h

Comentários

comentários