FGF informa que torneio entre clubes da capital não vai acontecer

Foto: Reprodução
Anúncios

Sem previsão para o retorno e conclusão do estadual, a Federação Goiana de Futebol e os clubes da capital planejavam um torneio amistoso em julho. Porém, a ideia não será colocada em prática, revelou André Pitta, presidente da entidade, em entrevista à Rádio Sagres.

“Não tem como falar em manutenção desse torneio. Tínhamos conversas com algumas empresas, inclusive uma que iria custear a questão dos exames. A partir do anúncio do governador, de que deve ter paralisação de 14 dias, tudo foi interrompido, já que todas empresas ficaram preocupadas com o momento. Não temos a confiança que vamos começar um torneio e conseguir terminar”, detalhou Pitta.

Mais do futebol goiano:
-> Goleiro do Vila admite preocupação com possível paralisação
-> Jogador rubro-negro não crê em volta dos estaduais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta segunda-feira (29), o governador Ronaldo Caiado anunciou a intenção de decretar um novo período de isolamento, o que deve ser seguido pela prefeitura de Goiânia, como confirmou Iris Rezende. Apenas atividades essenciais seguiriam, o que interromperia os treinamentos de Atlético, Goiás e Vila Nova.

“Era um projeto, em hora nenhuma publicamos tabela ou oficializamos. Se o cenário for diferente daqui uma ou duas semanas, podemos pensar em algo para ajudar os clubes para manterem as atividades, como amistosos, colaborar com toda logística possível. Todos clubes vão fazer uma avaliação mais criteriosa, por conta de todo cenário que surgiu hoje. O Goiânia já suspendeu a apresentação dos atletas, que começaria amanhã (terça)”, prosseguiu o presidente da FGF.

Além da preocupação com o número de infectados pelo novo coronavírus em Goiás, André Pitta lembrou ainda a dificuldade no acerto com patrocinadores para a competição e em encontrar estádios disponíveis para os clássicos, já que Olímpico e Serra Dourada são de responsabilidade do governo estadual.

Acompanhe também nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Comentários

comentários

PUBLICIDADE