Edson Júnior lamenta cochilos defensivos e promete ousadia para buscar classificação na Serrinha

Foto: Marielly Dias/Aparecidense
Anúncios

Na opinião do técnico Edson Júnior, a Aparecidense fez uma boa partida contra o Goiás, mas os cochilos defensivos e alguns gols perdidos custaram caro. De acordo com o treinador, o apagão no início do segundo tempo foi preponderante para o revés. Ele também disse que ainda vê o Camaleão vivo no confronto e prometeu um time ousado para tentar buscar a vaga na Serrinha.

– A gente não pode sofrer três gols da maneira que sofremos. Estávamos fazendo um ótimo jogo, mas aí você toma dois gols tão rápido e perde duas oportunidades. Se tivéssemos convertido as oportunidades, de repente seria um 3 a 2. Agora tem mais 90 minutos. Vamos ser organizados como fomos e buscar ser um pouco mais ousados para tentar talvez um 2 a 0 e levar para os pênaltis – disse.

Cocá detona arbitragem de Bruno Rezende: “Deu a vitória ao Goiás”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A questão física, conforme explicou Edson Júnior, também pesou. O comandante do Azulão lembrou que, enquanto o Goiás poupou todo o time diante do Iporá, a Aparecidense precisou suar sangue para conquistar a classificação na quarta-feira, diante do Novo Horizonte.

– Fizemos um jogo muito pesado na quarta, valendo classificação e não conseguimos nos recuperar. Conseguimos fazer apenas dois treinos de conceito, de 30 minutos, para não correr nenhum risco. Ainda assim perdemos o Lusmar. Já o Goiás tem elenco para poder preservar. Isso não é desculpa, nós prevíamos isso – avaliou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE