Didi crê em Brasil líder do grupo para fugir dos Estados Unidos: “podemos conseguir”

91
Foto: Confederação Brasileira de Basquete
Anúncio

Natural de Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, o ala-armador Didi, de 20 anos, é uma das apostas e esperanças da seleção masculina de basquete na disputa da Copa do Mundo da modalidade, que acontece na China, entre agosto e setembro. Em entrevista após a vitória diante do Uruguai, em Anápolis, o atleta, que é o mais jovem do elenco, conta que quer aprender bastante com os mais velhos.

“É sempre muito importante estar representando minha seleção. Ao lado do Yago, somos os jogadores mais novos dessa equipe. Temos muito a ganhar e a agregar junto dos jogadores mais experientes. Então, estou muito feliz por isso. Ainda mais por estar jogando ao lado do Leandrinho, do Marquinhos, do Alex, do Varejão. Que eles possam passar pra gente o que tiveram de experiência durante toda a carreira”, comenta.

Mais de basquete

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Em julho, Didi foi escolhido pelo New Orleans Pelicans no draft da NBA. No entanto, o time americano o emprestou para o Sidney Kings, da Austrália, para desenvolver seu basquete e, também, ficar fluente em inglês. Já pensando no retorno à liga americana, ele prevê que a Copa do Mundo será um bom lugar para aquirir experiência com os futuros colegas de liga, mas reitera seu foco no Mundial.

“Vai ser muito bom. Acho que, tendo um contato antes, posso pegar um pouco de experiência e levar para a NBA, quando eu for para lá. Mas não penso nisso agora. Meu pensamento é o Mundial. Tenho de continuar focado e bem concentrado para ajudar o Brasil na China”, analisa.

Ao lado de Grécia, Nova Zelândia e Montenegro, o Brasil está no Grupo F do torneio e, se classificando, pode ter pela frente os Estados Unidos. Para fugir dos americanos, Didi diz que é necessário garantir a primeira colocação do grupo e crê que os brasileiros têm condições de alcançarem isso.

“Vamos fazer de tudo para ficar com a primeira posição do grupo. Estamos muito bem entrosados e focados. Então, acho que nossa seleção está muito forte e acredito que podemos conseguir esse primeiro lugar do grupo”, finalizou.

anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here