Copinha: Augusto César comemora liderança da 1ª fase e exalta defesa esmeraldina

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Anúncios

O desempenho do Goiás até aqui na Copa São Paulo tem sido muito bom. O Verdinho se classificou com antecedência e ainda garantiu a liderança do grupo 31. Em entrevista ao Esporte Goiano, o técnico Augusto César fez avaliação positiva da performance na primeira fase, principalmente da garantia de mando de campo na fase seguinte.

– Saiu como planejado. Conseguimos vencer os dois primeiros jogos e nos classificamos. Tivemos uma tranquilidade maior e pudemos poupar atletas, principalmente os pendurados, no terceiro jogo. O melhor foi que conseguimos ficar em primeiro e nos manter no estádio em que jogamos a 1ª fase. A campanha foi muito boa – disse.

Na opinião do treinador, o meia Flávio, que fez um hat-trick diante do São Bento na estreia, e o volante Filipe Trindade têm dado brilho ao meio-campo esmeraldino. No entanto, de acordo com Augusto César, o sistema defensivo tem sido o grande protagonista da equipe alviverde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

– O desempenho foi muito bom, principalmente do Flávio, que fez três gols já no primeiro jogo. O Filipe Trindade tem jogado muito bem e se destacado no meio. Nosso sistema defensivo tem sido o ponto forte. Tomamos apenas um gol e estávamos com alguns reservas. Esperamos continuar nesse ritmo. É muito importante não tomar gols na Copa São Paulo – destacou.

Próxima fase

Neste sábado (12), o Goiás encara o Volta Redonda no mata-mata da Copinha. O adversário se classificou em segundo no grupo 32, também sediado em São Paulo, mas no estádio do Canindé. Para o técnico esmeraldino, jogar no Nicolau Alayon mudará a forma de jogo com a qual os fluminenses estão acostumados. “É outro jogo, pois lá a bola corre muito e no nosso a bola fica mais presa por conta da grama alta”, ponderou.

Apesar da vantagem de campo, Augusto César não espera um jogo fácil. O técnico acompanhou duas das três partidas do Voltaço na fase de grupos e identificou os pontos fortes do próximo adversário.

– É uma equipe forte. Assisti dois jogos deles. É um time que joga na plataforma 4-4-2, com um atacante que joga como um meia e flutua bastante. Eles têm dois extremos que fazem muitas jogadas individuais e criam muitos espaços pelos lados. Vou estudar mais, passar para os atletas para tentarmos neutralizá-los e explorar os erros deles para conseguirmos a classificação – analisou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE