5.6 C
New York
sexta-feira, novembro 27, 2020
Início Mais Esportes Aquáticos Após liberação, academias de natação iniciam retomada das atividades

Após liberação, academias de natação iniciam retomada das atividades

Liberadas pelos decretos estadual e municipal, as academias de natação de Goiânia iniciaram na semana passada a retomar as atividades. As equipes Swimmers e Gama voltaram a treinar na última terça-feira (14), mas outras já se movimentam para programar o retorno.

A Swimmers treina em academia própria, no Setor Sudoeste, e cedeu espaço à Gama, que sedia as atividades habitualmente no Sesi, que permitirá a volta dos treinamentos somente a partir de 3 de agosto. Da Swimmers, 12 dos 20 atletas já retornaram. Na Gama, são 10 nadadores federados.

Mais da natação
Goianos disputam Copa Virtual
Presidente acredita em retorno das competições em 2020

A Swimmers tem cumprido os rígidos protocolos sanitários. Os atletas ainda não podem dividir raias, portanto, os 12 nadadores foram divididos em dois grupos de seis, que treinam com uma hora de diferença de um para outro. Também são exigidos o uso de máscara (só pode ser retirada ao nadar), tapete sanitizador, disponibilização de álcool 70% para higienização das mãos, entre outras medidas.

O proprietário da Swimmers e chefe da equipe, Pedro Durães, viu a esperança da temporada renascer com a liberação dos treinos. Nos quase 120 de paralisação dos treinos, estratégias de atividades remotas e utilização de outros equipamentos aquáticos foram tentadas, mas longe de atingir a eficácia desejada.

– A natação é um esporte muito diferente nesse ponto. Fomos muito afetados. Em outros esportes, você consegue praticar atividades de forma individual de alguma maneira. Na natação, você precisa estar na água. Alguns tinham condição de estar numa piscina, mas em uma de 10m, o que não dá pra fazer muita coisa. Em alguns casos, dei aulas em lago, mas não é a mesma coisa – afirmou.

Além de Swimmers e Gama, existem outras duas equipes que participam constantemente das competições da Fago em Goiânia. O Goiás Esporte Clube ainda não definiu data de retorno e discute internamente a situação. A Zitti também não voltou e afirmou que avalia o melhor momento para a volta.

As três equipes de Anápolis, UniEvangélica, New Fit e Sérgio Borges, estão impedidas de treinar por decreto municipal, que proíbe atividades aquáticas. Existe a expectativa que uma revisão da norma possa liberar os treinos em meados de agosto.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730 e Jornal Diário do Estado.
Anúncio

Últimas

Para Higo Magalhães, Vila Nova chega fortalecido na disputa da fase final do Aspirantes

Em sua primeira participação no Brasileiro de Aspirantes, o Vila Nova alcançou a segunda fase da competição nacional. O Tigrão em oito...

Atlético Goianiense relança o seu mascote para a temporada

Na onda de inovação, o Atlético Goianiense apresentou o novo mascote do clube, para o futuro do clube. O Dragolino, como é...

Mesmo em último, Goiás não é o time que mais perdeu e com o pior ataque na Série A

Não é novidade que a situação do Goiás é complicada no Campeonato Brasileiro. O Esmeraldino é o lanterna da Série A com...

Itumbiara e Inhumas decidem vaga na elite; Jataiense tenta confirmar título

Itumbiara e Inhumas decidem neste sábado (28) o segundo classificado para o Goianão de 2021. Segundo e terceiro colocados, respectivamente, na Divisão...

Thiago Pedro destaca controle emocional do Vultures em virada

O ala-armador Thiago Pedro comemorou o controle emocional do Vultures na primeira partida em que o time se encontrou numa situação adversa,...
Anúncio