5.6 C
New York
segunda-feira, abril 22, 2024
InícioFutebolGoiás1, 2, 3... Goiás volta a bater Vila Nova e conquista o...

1, 2, 3… Goiás volta a bater Vila Nova e conquista o tricampeonato goiano

Com gol de Jean Carlos, time esmeraldino faz 1 x 0 no clássico e garante 27ª taça do estadual.

A edição 74 do Campeonato Goiano teve fim na tarde deste domingo, 7 de abril de 2017. E pela 27ª vez na história, o Goiás se sagrou campeão estadual. Desta vez, o tricampeonato (consecutivo) veio com dois triunfos sobre o rival Vila Nova: 3 x 0 no primeiro embate e 1 x 0 no confronto de hoje. O meia Jean Carlos fez valer a “lei do ex” e marcou o gol da vitória no Serra Dourada. Agora as equipes vão ter uma semana para se preparar para estrear na Série B do Brasileiro.

O tri

A campanha do título esmeraldino foi iniciada com Gilson Kleina como comandante. Porém, o técnico aceitou uma proposta da Ponte Preta (que ficou com o vice do Paulistão) e acabou substituído pelo auxiliar e ex-jogador Sílvio Criciúma. No total, foram 18 partidas, com 9 vitórias, 6 empates e 3 derrotas. O Verdão marcou 29 gols (melhor ataque) e sofreu 18.

- Anúncio -

1º tempo

Logo aos 20 segundos, Wallyson avançou pela ponta direita, levou até a linha de fundo e cruzou. Moisés e Everton tentaram o cabeceio, mas não alcançaram. A bola sobrou no peito de Patrick, que dominou e fuzilou. A bola passou sobre o travessão após leve desvio na marcação.

O Vila tentava pressionar, mas esbarrava no sistema defensivo bem postado do rival. Aos 18, Everton pegou sobra e arriscou de fora da área, mandando a bola sobre a meta de Rangel. Aos poucos, o ímpeto ofensivo colorado foi contido e o Goiás passou a dominar as ações. Jean Carlos bateu forte de longa distância e Elisson espalmou. Outra boa oportunidade veio em lance de Léo Gamalho, também de fora da área, em que a bola passou raspando a trave após desvio.

Veja como foi o tempo real!

Aos 39, o time esmeraldino colocou a pá de cal no caixão vilanovense. Léo Gamalho deu enfiada precisa para Carlos Eduardo, que avançou com total liberdade dentro da área pela direita e, na saída de Elisson, rolou para Jean Carlos completar para o gol vazio: Goiás 1 x 0 Vila.

Após o primeiro tempo ser encerrado, os atletas das equipes se estranharam, com os vilanovenses indo tirar satisfação dos rivais. O principal motivo para a irritação teria sido por conta da comemoração do gol, quando Léo Sena e Carlos Eduardo imitaram um Tigre sendo abatido (assim como Fernandão em 1999). Quando os policiais foram chamados ao gramado, os jogadores correram para os vestiários e os ânimos, aparentemente, se acalmaram.

2º tempo

Antes de autorizar o início da etapa final, o árbitro Eduardo Tomaz se dirigiu ao banco de reservas alvirrubro e expulsou os atacantes Vandinho e Patrick Leonardo pela confusão. Ambos foram contidos por membros da comissão técnica vilanovense, pois tentaram partir para cima do juiz.

Voltando ao jogo, Mazola Júnior trocou o ala-esquerdo Patrick Brey pelo atacante Ruan. Antes dos 10 minutos, promoveu também a entrada de outro atacante (Matheus Anderson) no lugar de Everton. Enquanto o Tigre tentava, desordenadamente, atacar, o time de Sílvio Criciúma mostrava maturidade e quase ampliou aos 7. Jean Carlos cobrou falta para a área, Tiago Luís cabeceou e a bola passou na frente do gol. Por pouco, Léo Gamalho não consegui concluir para o fundo das redes.

Moisés seguia lutando entre os zagueiros esmeraldinos e ainda conseguiu produzir alguns bons lances individuais, mas acabou travado pelos adversários na hora da finalização. Quando, finalmente, conseguiu chutar, a bola ficou nas mãos do goleiro Marcelo Rangel.

A partir dos 20, o time do Goiás botou o rival “na roda”, trocando passes por minutos sem perder a bola, enquanto a torcida gritava “olé”. Apesar do esforço, os vilanovenses não conseguiram diminuir. Aos esmeraldinos, restou esperar o tempo passar enquanto a torcida já comemorava o tricampeonato.

Aos 43, Juan lançou Carlos Eduardo, que avançou em velocidade, fintou Elisson, deixou Wesley Matos no chão e bateu de canhota. Porém, Alemão salvou em cima da linha. Aos 45, o árbitro colocou pontos final no duelo e a festa verde tomou conta do estádio Serra Dourada.

Ficha técnica:
Goiás 1 x 0 Vila Nova – Decisão do Campeonato Goiano 2017
Local: Estádio Serra Dourada
Data: 07/05/2017
Horário: 16h
Público: 25.049 pagantes
Público total: 27.753
Renda: R$ 517.405,00
Árbitro: Eduardo Tomaz
Auxiliares: Bruno Pires (FIFA) e Cristhian Passos
Cartões amarelos: Helder (GEC); Brunão e Maguinho (VIL)
Cartões vermelhos: Vandinho e Patrick Leonardo (VIL)
Gol: Jean Carlos (GEC) aos 39′ 1T (1-0)
GOIÁS: Marcelo Rangel; Hélder (Pedro Bambu), Éverton Sena, Alex Alves e Patrick; Victor Bolt, Léo Sena, Tiago Luís (Juan) e Jean Carlos (Jarlan); Carlos Eduardo e Léo Gamalho.
Treinador: Sílvio Criciúma
VILA NOVA: Elisson; Wesley Matos, Alemão e Brunão; Maguinho, Geovane, Marcos Serrato (Foguete), Everton (Matheus Anderson) e Patrick Brey (Ruan); Wallyson e Moisés.
Técnico: Mazola Júnior
Vitor Monteirohttps://esportegoiano.com.br/
Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás). Co-fundador do site Esporte Goiano, comentarista da TV Brasil Central e da Rádio Positiva FM. Trabalhou também na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Rádio Sagres, TV Sagres, jornal O Popular, MyCujoo, Eleven Sports e Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) de Goiás.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P