Vila Nova desperdiça muitas chances e só empata com o Criciúma

Foto: Reprodução/PFC
Anúncios

A ineficiência do ataque se mostrou problema em mais um confronto da Série B e custou dois pontos ao Vila Nova. Mesmo com ótimas chances criadas, a equipe goiana ficou no 1 a 1 contra um frágil Criciúma, na tarde deste sábado (8), no Heriberto Hulse.

O resultado mantém os comandados de Eduardo Baptista próximos à zona do rebaixamento, em 15º, com sete pontos. A equipe colorada faz seu último jogo antes da parada para a Copa América na terça-feira (11), às 19h15, contra o São Bento, no Olímpico.

Veja como foi o confronto lance a lance

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Travessão balança, rede não

O Vila Nova foi corajoso em Santa Catarina e isso proporcionou aos goianos um susto logo cedo. Com dois minutos, Wesley recebeu pela ponta direita e atirou uma bomba com a canhota. A bola saiu com perigo à meta do goleiro Rafael Santos. Mais tarde, aos 18, Léo Gamalho perdeu grande chance, após Léo Santos desviar cobrança de escanteio no primeiro pau e deixá-lo livre, sem goleiro para marcar. O atacante cabeceou para fora.

A primeira oportunidade colorada veio numa jogada ensaiada de escanteio. Aos 23, Alan Mineiro cobrou tiro de canto a meia altura. Ramon chegou pegando de primeira e, numa pancada, fez o travessão carvoeiro balançar.

A bola na trave animou ainda mais o Tigrão, que passou a rondar muito a área catarinense. No entanto, faltava mais qualidade nos toques finais. Assim, o Vila perdia boas oportunidades de finalizar ou arrematava mal. No fim da primeira etapa, o Criciúma melhorou e teve mais posse, mas também enfrentou problemas com a falta de inspiração ofensiva.

Chuva de gols perdidos decreta empate

Alan Mineiro voltou inspirado para a etapa final e disposto a acabar com a seca do ataque. Contudo, os atacantes não queriam colaborar. Na primeira chance, aos 11, Richard optou pelo passe quando tinha boas condições de finalizar após tabela com Ramon. No rebote, Alan Mineiro chutou firme, mas a bola subiu demais.

Outra grande oportunidade veio aos 13, quando Alan fez lançamento açucarado para Mosquito, que bateu cruzado, mas para fora. A principal chance foi aos 19, quando Juninho entrou cara a cara com o goleiro Luiz, mas tentou o toque para Alan Mineiro e jogou fora o primeiro gol colorado.

O castigo veio aos 31 minutos, quando Marlon cruzou na área e Léo Gamalho, bem posicionado anotou para o time carvoeiro. O nervosismo bateu nos colorados, mas a sorte reservou um empate rápido e o fim do jejum dos atacantes. Aos 34, Erick cobrou escanteio, a bola foi desviada por Richard e sobrou para Juninho empatar.

Melhor em campo, a equipe goiana ainda teve chances de virar, principalmente no chute de Erick, aos 45 minutos. No entanto, a ineficiência ofensiva custou ao Vila Nova mais dois pontos nesta Série B.

Ficha Técnica
Criciúma 1 x 1 Vila Nova – 7ª rodada da Série B
Data: 8 de junho de 2019
Horário: 16h30
Local: Estádio Heriberto Hulse; Criciúma, SC

Árbitro: Douglas das Flores (SP)
Assistentes: Luiz Alberto Nogueira (SP) e Enderson Emanoel da Silva (SP)

Amarelos: Eduardo, Ceará, Wesley (CRI); Gastón Filgueira (VNO)
Gols: Léo Gamalho, aos 31’2T (CRI); Juninho, aos 34’2T (VNO)

Criciúma: Luiz; Marcos Vinícius, Léo Santos (Liel), Derlan e Marlon; Adilson Goiano (Ceará), Eduardo, Wesley e Daniel Costa (Reis); Vinícius e Léo Gamalho.
Técnico: Gilson Kleina.

Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Gastón Filgueira; Joseph, Ramon e Neto Moura (Juninho); Gustavo Mosquito (Erick), Richard e Alan Mineiro (Elias).
Técnico: Eduardo Baptista.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE