Delegação goiana participa de treino aberto para seletiva da Gymnasíade 2018

(Foto: Samih Zakzak/Esporte Goiano)
Anúncios

Na manhã deste sábado, dia 10, o Centro de Excelência do Esporte, localizado em Goiânia, foi palco de treino para 88 atletas de 7 modalidades diferentes (atletismo, natação, wrestling, karatê, judô, taekwondo e xadrez). Os esportistas se preparam para a realização da etapa nacional da  Gymnnasíade, a maior competição escolar do mundo.

Coletiva realizada durante o evento (Foto: Samih Zakzak/Esporte Goiano)

O evento começou às 9h e teve a realização da Federação Goiana de Desporto Escolar (FGDE). Além disso, parcerias com Universidade Estadual de Goiás (UEG) e Agência Goiana de Transporte e Obras (AGETOP) foram realizadas. Uma coletiva com membros das Federações Esportivas envolvidas e outros representantes também foi feita no local.

A seletiva nacional da Gymnasíade, para a qual os atletas se preparam, será realizada entre os dias 22 e 25 de março, em São Paulo. Essa seleção será utilizada para definir os esportistas que vão integrar a delegação brasileira na 17ª edição mundial do torneio, que ocorrerá no Marrocos, entre os dias 2 e 9 de maio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maior delegação e expectativa

A delegação goiana que embarcará para a capital paulista é a maior já registrada. De acordo com o presidente da FGDE e chefe da comissão, Marco Maia, esse crescimento se deve as ações de políticas públicas do estado, que tem redistribuído os investimentos de forma equilibrada e, assim, fortalecendo as federações de cada desporto.

Goiânia receberá seleção brasileira de vôlei em junho!

Marco também acrescentou acerca de sua expectativa com os atletas goianos para o evento. O presidente da FGDE abordou também sobre a grande delegação do estado para essa seleção de esportistas.

“Nunca levamos tantos atletas assim nas outras seletivas, mas mesmo assim conseguimos enviar alguns para o evento mundial. E agora, estamos levando uma delegação quatro vezes maior do que a que tivemos no último processo seletivo. Não é só quantitativo, além disso temos muitos atletas com potencial, com condições de conquistar a vaga na comitiva brasileira que irá ao Marrocos, disputar o Gymnasíade”, revelou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE