5.6 C
New York
segunda-feira, abril 22, 2024
InícioFutebolAtléticoNa Série B, 72% dos times que terminaram o 1° turno no...

Na Série B, 72% dos times que terminaram o 1° turno no G-4 conquistaram o acesso

Com o fechamento do 1º turno da Série B de 2023, é possível fazer algumas projeções, tomando como base o histórico das outras edições da competição. Desde o início dos pontos corridos, 72% dos times que terminaram a primeira metade do torneio no G-4 acabaram conquistando o acesso. No momento, o Vila Nova é o 3º e o Atlético-GO, o 11º.

Mais da Série B
Com a conclusão da rodada, Vila Nova finaliza primeiro turno em 3º lugar
Atlético-GO fecha turno a oito pontos do G-4 e na parte baixa da tabela

Os pontos corridos do Brasileirão Série B, com o formato atual, começaram em 2006. Desde então, foram 17 edições, com 68 acessos para a Série A. Destes, 49 times terminaram o primeiro turno dentro do G-4, o equivalente a 72,05% do total.

- Anúncio -

Nos anos de 2009, 2019 e 2022, todos os clubes que ficaram entre os quatro primeiros na metade inicial do campeonato disputaram a Série A do ano seguinte. A estatística levantada pelo EG diz também que pelo menos dois clubes que terminaram no G-4 ao fim do primeiro turno sempre conseguem alcançar o objetivo do acesso no final do ano.

É uma boa notícia para o torcedor do Vila Nova, tendo em vista que a equipe colorada está em 3º lugar. Por outro lado, nas duas outras ocasiões que o Tigre terminou o primeiro turno da Série B no G-4 (em 2017 e 2018), o time esteve exatamente na 3ª posição, e em ambas as vezes não conseguiu subir.

Para os torcedores do Atlético-GO, a situação é um pouco mais complicada. Como apenas 28% das equipes de fora do G-4 ao final do primeiro turno subiram até hoje, o Dragão terá de fazer um segundo turno quase perfeito para vislumbrar a elite no ano que vem.

Confira a relação do G-4 do 1º turno nas outras edições da Série B:

  • 2022: Cruzeiro, Vasco, Bahia e Grêmio – TODOS SUBIRAM
  • 2021: Coritiba, Goiás, Avaí e CRB – CRB NÃO SUBIU
  • 2020: Chapecoense, Cuiabá, América-MG e Sampaio Corrêa – SAMPAIO CORRÊA NÃO SUBIU
  • 2019: Bragantino, Coritiba, Atlético-GO e Sport – TODOS SUBIRAM
  • 2018: Fortaleza, CSA, Vila Nova e Atlético-GO – VILA E ATLÉTICO-GO NÃO SUBIRAM
  • 2017: América-MG, Internacional, Vila Nova e Ceará – VILA NÃO SUBIU
  • 2016: Vasco, Ceará, CRB e Atlético-GO – CEARÁ E CRB NÃO SUBIRAM
  • 2015: Vitória, Botafogo, América-MG e Bahia – BAHIA NÃO SUBIU
  • 2014: Ceará, Avaí, Joinville e Vasco – CEARÁ NÃO SUBIU
  • 2013: Palmeiras, Chapecoense, Paraná e Sport – PARANÁ NÃO SUBIU
  • 2012: Vitória, Criciúma, Joinville e São Caetano – JOINVILLE E SÃO CAETANO NÃO SUBIRAM
  • 2011: Portuguesa, Ponte Preta, Náutico e Guaratinguetá – GUARATINGUETÁ NÃO SUBIU
  • 2010: Figueirense, Ponte Preta, Coritiba e Bahia – PONTE PRETA NÃO SUBIU
  • 2009: Vasco, Atlético-GO, Guarani e Ceará – TODOS SUBIRAM
  • 2008: Corinthians, Avaí, Santo André e Ponte Preta – PONTE PRETA NÃO SUBIU
  • 2007: Criciúma, Coritiba, Marília e Vitória – CRICIÚMA E MARÍLIA NÃO SUBIRAM
  • 2006: Coritiba, Náutico, Sport e Avaí – CORITIBA E AVAÍ NÃO SUBIRAM
Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.
Luiz Felipe Mendes
Jornalista formado pela PUC Goiás. Amante de todos os esportes, especialmente futebol e futebol americano.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P