Rafael Moura destaca competitividade do Goiás contra o Vasco

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Anúncios

Contra o Vasco, o Goiás fez uma boa partida, mas com contornos dramáticos. A equipe saiu atrás no placar no primeiro tempo, com gol de Guarín. Porém na segunda etapa, chegou ao empate no último lance, com um gol contra marcado por Henriquez. A equipe ainda teve um gol anulado pelo VAR, de Fábio Sanches. Em entrevista ao Premiere na saída de campo, Rafael Moura destacou a competitividade que faltou a equipe nos dois últimos jogos. Ainda segundo o atacante, a equipe não precisava passar por tantos dramas e merecia um gol ainda no primeiro tempo.

“As duas derrotas que a gente nós fomos um pouco abaixo na competitividade, na pegada e a gente conversava que contra a equipe do Vasco, com São Januário lotado não poderia faltar essa competição. A gente se entregou ao máximo do início ao fim, tomamos um gol, mas no primeiro tempo a gente já merecia um resultado melhor. Feliz de ter participado no último segundo de jogo (no lance do gol) e mostra a cara do Goiás e o que nós estamos brigando neste campeonato”, falou Rafael Moura sobre a partida feita pelo Goiás diante do Vasco.

Objetivos finais na Série A

Ainda sem garantir matematicamente a permanência na Série A de 2020, Rafael Moura destacou que o primeiro objetivo da equipe é somar os pontos necessários para permanecer na competição na próxima temporada. Segundo ele, após alcançar essa meta a equipe irá brigar pela vaga na Sul-Americana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O nosso intuito era de vir e somar pontos, em busca da vitória. Porém o empate, na circunstância que foi tá muito bom. Podemos pensar um algo a mais, mas antes vamos conquistar a permanência matematicamente e depois vamos pensar em algo maior. Tenho certeza que nos últimos cinco jogos nós vamos brigar e competir como competiu hoje para conseguir a vaga na Sul-Americana para o nosso torcedor”, pontuou o atacante os objetivos do esmeraldino na Série A.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE