5.6 C
New York
terça-feira, dezembro 7, 2021
Início Futebol Vila Nova Presidente do Vila vibra com permanência, mas cobra mais empenho da torcida...

Presidente do Vila vibra com permanência, mas cobra mais empenho da torcida colorada

O presidente do Vila Nova, Hugo Jorge Bravo, mostrou felicidade pelo objetivo cumprido do Tigrão na Série B: a permanência na segunda divisão. Segundo o dirigente todos do clube saíram ganhando com tal feito desde o “porteiro ao presidente”. Apesar de tal façanha, Hugo destacou que quer ainda mais no campeonato e no restante da temporada. 

 

Por outro lado, Jorge Bravo destacou que faltou mais presença do torcedor colorado nos jogos do clube. Segundo o mesmo, a torcida do Tigre deixou a desejar após a liberação de torcida nos estádios novamente, não conseguindo colocar mais que 3.700 pessoas, e em alguns jogos, gerando prejuízo ao clube. 

- Anúncio -

Mais do Tigrão
Veja como foi a vitória sobre o Londrina 
Técnico se diz “aliviado”, após permanência 
Confira a classificação completa e atualizada da Série B

– Todos aqui no Vila tem que sentir importante; quando se ganha, é do porteiro ao presidente. Foi uma jornada de gratidão, conquistamos nosso objetivo, mas vamos por mais. Temos uma meta aqui de buscar o segundo turno de G-4. Nesse percurso o torcedor achou que teria que entregar jogos, isso é uma coisa ridícula, se a gente empata contra o Londrina, estaríamos com a corda no pescoço, então agora é agradecer. 

Na última partida contra o Londrina, que valeu a permanência do Tigrão na Série B, foram apenas 1.511 pagantes acompanhar o jogo que para o presidente era o mais decisivo da temporada. Hugo Jorge Bravo pediu mais presença da torcida no estádio nas próximas temporadas do clube.

– O momento agora é de agradecimento, agradecer aos torcedores que sempre vieram, e de reflexão aos que não vieram. Nós voltamos da pandemia e não conseguimos colocar mais de 3.700 pessoas no estádio. Então é um momento de quem tiver a frente do clube, no próximo mandato, ter essa reflexão com o torcedor, quer abraçar a causa, quer cobrar? Então tem que ter dar sua contribuição. É um momento de todos ter uma reflexão, se o Vila não chegou a Série A durante todos esse tempo foi porque não mereceu. Então é difícil a Série B, não é muito simples, por conta disso eu me considero aliviado com esses 48 pontos e agora vamos em busca demais. O ano não acabou para gente, ainda temos a Copa Verde. 

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Willian Rommel
Jornalista formado na UFG. Pós graduado em jornalismo esportivo pela faculdade Estácio. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, na Rádio Difusora 640 AM, Bandeirantes Goiânia, Diário de Goiás e na TV UFG. Atualmente é Repórter do site Esporte Goiano.
Anúncio

Últimas

Fora de casa, Atlético-GO consegue virada contra o Inter e encosta no G-8 da Série A

Pela primeira vez na história, o Atlético-GO derrotou o Internacional no Beira-Rio. Pela 37ª rodada da Série A, o Dragão saiu atrás...

Veja como foi: Internacional 1×2 Atlético-GO – 37ª rodada da Série A

Com a permanência assegurada na Série A e uma possibilidade de vaga na Pré-Libertadores de 2022, o Atlético-GO enfrenta o Internacional nesta...

Times goianos revelam pré-listas de atletas para a Copinha de 2022

No ano que vem, Goiás, Vila Nova, Atlético e Aparecidense serão os representantes goianos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com...

Rensga BitPreço revela lineup para o CBLOL de 2022

De olho na próxima temporada do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL), a Rensga BitPreço sacramentou sua renovação de elenco e...

Confira a tabela da Copa Brasil taça cidade de Goiânia de basquete sub-17

O Ginásio Rio Vermelho irá sediar a Copa Brasil Taça Cidade de Goiânia de basquete sub-17, entre os dias seis a 12...
Anúncio