5.6 C
New York
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
InícioQuadraBadmintonPresidente da Febag projeta crescimento do badminton em Goiás, com ranqueamento e...

Presidente da Febag projeta crescimento do badminton em Goiás, com ranqueamento e duplas

No último final de semana, aconteceu a Etapa Estadual de Badminton. O EG esteve presente no evento, sediado no Centro de Excelência do Esporte, em Goiânia, e conversou com o presidente da Federação Goiana de Badminton do Estado de Goiás (Febag). De acordo com o dirigente, a projeção é de que o estado evolua dentro da modalidade.

Mais do badminton
Em sua primeira competição, Laura Emanuelly faturou medalha de bronze
Há dez anos na modalidade, Isadora Katrine revela conexão com o esporte

Everton Pontes, presidente da Febag, explica que, além das etapas estaduais, o badminton também conta com algumas etapas nacionais. Normalmente, são de três a quatro etapas por ano, mas em 2022 foram cinco por conta da pandemia. Por isso, foi muita “correria”.

- Anúncio -

Mesmo assim, foi possível realizar a Etapa Estadual de Goiás neste mês de dezembro, com 70 atletas de todo o estado. Enxergando uma franca evolução, Everton Pontes já está com um planejamento em mente para o futuro.

“A gente vai ter um ranqueamento para termos um parâmetro e seguir a nossa jornada de competições nos próximos anos. Aí a gente consegue fazer cabeças de chave e tudo mais”, detalha.

Neste ano, era para ter tido a categoria master em disputa, mas não houve muita adesão. Embora não seja uma categoria oficializada pela Confederação Brasileira de Badminton (CBBd), a Febag organiza torneios master para atletas acima de 36 anos que desejam praticar o esporte.

“A gente como federação tem essa autonomia de dividir as faixas etárias do master”, acrescenta Everton. As categorias oficiais em Goiás são sub-13, sub-15, sub-17, sub-19 e principal (entre 20 e 35 anos), tanto no feminino quanto no masculino.

No cenário nacional, os campeonatos de badminton possuem até mesmo a categoria sub-9. O estado de Goiás ainda não tem. Porém, o presidente da Febag reforça a palavra “ainda”. Nos próximos anos, a ideia é pegar todas as faixas etárias, promovendo também a disputa por duplas, já que no momento as competições são apenas na modalidade simples.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.
Luiz Felipe Mendes
Jornalista formado pela PUC Goiás. Amante de todos os esportes, especialmente futebol e futebol americano.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P