Natação goiana tem quatro quebras de recorde em 2019

Bruno César Lira e sua treinadora Najla Uchôf
Anúncios

A natação contabilizou quatro quebras de recorde no Campeonato Goiano de Verão – Mirim e Petiz – de 2019. As marcas foram registradas nas provas dos 200m livre Petiz 2 feminino e masculino, nos 100m livre e 400m Petiz 2 feminino. Todas foram estabelecidas por atletas da equipe Swimmers.

No feminino, Ana Luiza Santos nadou os 200m em 2’20”75”’, superando a marca que era de Natália Paiva, do Goiás Esporte Clube, de 2’24”96”’, registrada em 2017. Na prova dos 100m, ela pulverizou uma marca que já durava 25 anos, com o tempo de 1’04”33”’, superando o 1’05”23”’ de Laura Drummond, da Zitti.

Por fim, nos 400m livre, a trituradora de recordes estabeleceu o tempo de 4’57”47”’ como melhor marca da prova. A anterior era de Danielle Souza, do Ipiranga, com 5’01”24”’, registrado em 1996.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais da natação
UniEvangélica foi quem somou mais pontos no Goiano de Verão

Bruno César Lira estabeleceu o novo recorde no masculino com 2’17”76”’. O tempo batido foi o de Lucas Alves, também da Swimmers, de 2’19”98”’, do ano passado. Lira agora unificou os recordes dos 200m livre, com as melhores marcas no Petiz 1 e Petiz 2.

Os recordes mais antigos completaram 28 anos. Todos eles são do histórico Carlos Jayme, único goiano medalhista olímpico na natação, em Sidney 2000.

Confira a tabela de recordes atualizadas (em amarelo, marcas estabelecidas este ano)


Comentários

comentários

PUBLICIDADE