Na Memória: No sufoco e com gol de Felipe, Atlético derrota Brusque e avança na Copa do Brasil

Foto: Esportes SC/Reprodução
Anúncios

Adversário da estreia na Copa do Brasil de 2019, o Brusque já deu trabalho ao Atlético há oito anos. No mesmo torneio e também na primeira fase, mas em 2011, os catarinenses fizeram o Dragão suar a camisa para, em dois jogos, conseguirem avançar à segunda fase da competição.

Naquele ano, o Rubro-Negro foi derrotado por 3 a 2 no Augusto Bauer na partida de ida, no dia 23 de fevereiro. Os gols goianos foram de Marcão e Felipe, enquanto William, duas vezes, e Aloísio Chulapa anotaram para o time de Santa Catarina. Na volta, o Atlético venceu na conta do chá, mas o 1 a 0 no Serra Dourada, no dia 2 de março, foi suficiente para classificar o Dragão.

O jogo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Atlético vinha bem na temporada e liderava o Goianão, mas teve problemas contra o Brusque. Precisando vencer, os goianos partiram logo cedo para cima dos catarinenses, que estavam sem o contundido Aloísio Chulapa. Encurralado, o Brusque tentou se defender como pôde e conseguiu evitar o gol no primeiro tempo.

Todavia, depois do intervalo, o Dragão foi letal. Diogo Campos, que havia acabado de entrar, fez boa jogada aos 16 minutos e encontrou o artilheiro Felipe. O atacante, que vinha de um ano ruim no rival Goiás, chutou com força e anotou o gol que dava a classificação ao time rubro-negro.

Mais: Matheus pede atenção total, mas vê Dragão confiante para duelo em SC

Mais tranquilo, o Atlético passou a jogar solto e aproveitar espaços deixados pelo Brusque, que precisou se lançar ao ataque na base do tudo ou nada. Entretanto, o Dragão não conseguiu criar grandes chances de gol e a defesa teve brilho suficiente para evitar qualquer grande drama ao goleiro Márcio.

Ficha Técnica
Atlético 1 x 0 Brusque – agregado 3 x 3 – Copa do Brasil de 2011
Data: 2 de março de 2011
Horário: 21h
Local: Estádio Serra Dourada; Goiânia, GO

Árbitro: Wilton Sampaio (à época, do DF)
Assistentes: César Augusto Vaz (DF) e Ciro Junqueira (DF)

Amarelos: Pereira, Marcelinho, Leandro Leite (Brusque); Paulo Henrique, Preto, Marcão e Victor Ferraz (Atlético)
Gol: Felipe, aos 16’2T (ACG)

Atlético: Márcio; Victor Ferraz, Gilson, Paulo Henrique e Thiago Feltri; Ramalho (Agenor), Pituca, Preto (Diogo Campos) e Anailson (Keninha); Felipe e Marcão.
Técnico: René Simões.

Brusque: Wender; João Neto, Vinícius, Thiago Couto e Vinicius; Fabinho, Leandro Leite, William (Paulinho) e Marcelinho; Kito e Leandrinho.
Técnico: Nestor Simionatto.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE