Em um Maracanã cheio, Atlético perde mais uma na Série A

Foto: Comunicação Fluminense
Anúncios
O Atlético não suportou a pressão do Fluminense e acabou conhecendo a décima terceira derrota na competição. Apoiado pela sua torcida, o tricolor carioca se sobressaiu na maior parte do jogo e ganhou por 3 x 1. Wendell abriu o placar, Paulinho empatou para o rubro-negro, mas depois os cariocas marcaram com Wellington Silva e Herique Dourado.

Com o resultado, o Atlético continua na lanterna com 12 pontos. O próximo compromisso vai ser sábado, dia 12, contra o Coritiba, às 18h, no estádio Olímpico. O Fluminense, por sua vez, terminou a noite na oitava colocação com 25 pontos. O Flu encara o Santos fora de casa no dia 14, às 20h no estádio Pacaembu, em São Paulo.

Primeira etapa movimentada

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apoiado pela torcida, que compareceu em bom número no Maracanã, o Fluminense se impôs nos primeiros 10 minutos de partida. O tricolor apostou em jogadas pelo meio, principalmente com Gustavo Scarpa, mas não levou muito perigo ao gol de Felipe Garcia, pois a defesa atleticana estava bem postada.

A insistência nessa jogada acabou dando certo, e aos 14 minutos, o Fluminense abriu o placar. Depois de um contra ataque bem armado por Scarpa, o meio campista lançou Wellington Silva, que na velocidade, entrou na grande área atleticana e tentou chutar, a bola rebateu na zaga do Dragão e sobrou para Wendell, que marcou o primeiro da partida: 1×0. O Atlético não sentiu o gol, e começou a se impor na partida, equilibrando as ações. Tanto que, logo na sequência, aos 22 minutos, conseguiu o empate. Depois de uma lateral cobrada para a grande área, por Andrigo, Jorginho escorou de cabeça para Walter, que em meio a defesa tricolor e aproveitando o erro de Henrique, deu um belo passe para Paulinho, que pegou de primeira empatando a partida: 1×1.

O jogo continuou aberto: Fluminense perdendo boas oportunidades e o Atlético respondendo nos contra ataques. Aos 32 minutos, o tricolor das Laranjeiras passou na frente do placar mais uma vez. Após bela jogada de Matheus Alessandro, que entrou no lugar de Marcos Calazans, machucado, a novidade deu um ótimo passe para Wellington Silva, que limpou a marcação rubro-negra e chutou cruzado, sem chances a Felipe, em uma bela finalização: 2×1. Após o segundo gol do Flu, o terceiro da partida, o jogo ficou mais lento, sem outras jogadas de perigo.

 

Segunda etapa cadenciada

Diferente do primeiro tempo, o Atlético começou melhor, tocava mais a bola e criava mais chances, principalmente com Andrigo. A melhor oportunidade foi aos 9 minutos, onde o próprio jogador recebeu um belo passe de Walter, bateu forte para fora, quase empatando a partida. O Dragão pressionava, no entanto, a defesa carioca era sólida e afastava o perigo.

O tricolor carioca explorava os contra ataques e deu certo aos 12 minutos. Jogada de Marlon na ponta esquerda, o lateral cruzou rasteiro, Roger Carvalho furou e Henrique Dourado pegou de primeira, forte, sem chances ao goleiro do Atlético: 3×1.

Após o terceiro gol, o jogo continuava corrido, ambas as equipes buscavam sempre o ataque. O Atlético quase descontou aos 23 com Andrigo, atleta mais participativo do Dragão na partida. No entanto, o meia acabou desperdiçando uma bela oportunidade sozinho com Júlio Cesar.

No decorrer do tempo, a partida foi caindo de rendimento, ficando cadenciada. O Fluminense ficou satisfeito com o placar e apenas tocou a bola, fazendo o tempo passar. A equipe goiana tentava, sem sucesso, responder nos contra ataques. Placar final: Flu 3 x 1 Atlético.

Ficha Técnica
Fluminense 3×1 Atlético
19º rodada série A
Data: 05/08/17
Horário: 19h
Local: Maracanã -RJ
Árbitro:Paulo Roberto Alves Júnior – PR (CBF)
Assistentes: Bruno Boschilla -PR  (FIFA)  e Victor Hugo Imazu – PR (CBF)
Gols: Wendell 14′ 1T, Wellington Silva 32′ 1T, Henrique Dourado 12′ 2T.(Fluminense). Paulinho 22′ 1T (Atlético)
Cartões amarelos: Marlon Freitas (Fluminense), Bruno Pacheco, Andrigo e Luis Fernando (Atlético)

Fluminense: Júlio César, Mateus Norton (Robert), Henrique, Renato Chaves e Marlon; Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Marcos Calazans (Matheus Alessandro), Wellington Silva (Peu) e Henrique Dourado.
Técnico: Abel Braga

Atlético: Felipe; André Castro, Gilvan, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Silva (Jonathan), Paulinho, Andrigo (Diego Rosa), Jorginho e Niltinho (Luíz Fernando); Walter.
Técnico: João Paulo Sanches

Comentários

comentários

PUBLICIDADE