Jaó/Universo luta até o fim, mas cai na prorrogação e Cerrado (DF) é campeão da Copa Centro-Oeste

Time goiano cortou vantagem de 11 pontos, conseguiu empate na última bola do jogo, mas sucumbiu na prorrogação

Jaó/Universo foi campeão no primeiro semestre. (Foto: Rafael Tomazeti/Esporte Goiano)
Anúncios

Um duelo de gigantes. Assim foi a grande decisão da Copa Brasil Centro-Oeste de basquete masculino. Na manhã deste domingo, 18, Jaó/Universo e Cerrado (DF) fizeram uma partida emocionante até o último lance no ginásio do Colégio Santo Agostinho, em Goiânia.

Quem acabou levando a melhor no fim foi o time brasiliense, que, na prorrogação, levou o título com uma vitória por 93 a 84. Gabriel Gimenes e Paulo foram os grandes nomes do Cerrado. Do lado goiano, Francisco, Julius e Fellipe se destacaram.

Confira como foi a partida minuto a minuto

O jogo
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Cerrado começou melhor a decisão. Eficiente nos rebotes, nos arremessos e, principalmente, nos lances livres, o time de Brasília se sobressaiu. Paulo e Gabriel armavam bem a equipe e era quase impossível pará-los. Assim, a equipe de verde começou o jogo com 22 a 16 no placar.

As coisas pioraram para o Jaó/Universo no segundo período. O time parou de converter pontos e estacionou. Do outro lado, o Cerrado não parava de fazer cestas. Somente no fim do quarto o time goiano equilibrou as coisas. Contudo, a superioridade brasiliense se refletiu no placar, que apontou 41 a 30 no intervalo.

Cerrado comemora o título.(Foto: Rafael Tomazeti/Esporte Goiano)

A segunda metade da decisão foi totalmente oposta à primeira. O Jaó/Universo voltou para a quadra aproveitando os rebotes e com eficiência na linha de três e no garrafão. A defesa também funcionou e permitiu ao Cerrado apenas 12 pontos no terceiro quarto, metade do que fez o time goiano, que virou o placar na decisão para 54 a 53.

No último período, o equilíbrio deu o tom do confronto. Cesta a cesta, ponto a ponto. As equipes se revezavam na liderança do placar e protagonizavam um jogo emocionante no Santo Agostinho. Das arquibancadas vinha os gritos de apoio ao Jaó. Faltando 10 segundos, o time goiano estava atrás no placar após o Cerrado ter recuperado uma bola no meio, que causou, inclusive, uma confusão generalizada na quadra e culminou na expulsão de Diego e Tchielo. Na raça e na categoria, Julius converteu da linha de três e levou o jogo para a prorrogação.

No tempo extra, o Cerrado sobrou. A equipe do Distrito Federal apostou na dobra de marcação e recuperou várias bolas. Por outras vezes, o Jaó/Universo sofreu turnovers em bolas forçadas no ataque. O Cerrado, ao contrário, aproveitou cada oportunidade, inclusive acertando de três. No fim, os brasilienses comemoraram o título com um triunfo por 93 a 84.

Supercopa

Os dois finalistas garantiram vaga na Supercopa Brasil. O torneio nacional deve ser disputado no próximo mês, mas ainda não tem data definida. O presidente da Federação Goiana de Basquete (FGB), Ely Paschoal, revelou o interesse de trazer a competição para Goiânia. Contudo, o torneio, inicialmente, será disputado em Campina Grande (PB). Serão oito equipes no campeonato.

Terceiro lugar

No primeiro jogo do dia, o Filadélfia, também do Distrito Federal, passou pelo IEA-GO e ficou com o terceiro lugar. Os brasilienses sobraram na maior parte do duelo, apesar da boa atuação dos goianos no segundo quarto, e fizeram 70 a 59 para ficar com o bronze.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE