5.6 C
New York
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
InícioFutebolGoiásGoiás espera retorno de competições para reequilibrar finanças

Goiás espera retorno de competições para reequilibrar finanças

A epidemia de Covid-19 abalou com força a maioria das atividades econômicas, inclusive o futebol. O Goiás, por exemplo, perdeu todos os patrocinadores e viu uma redução gigantesca dos repasses da televisão neste momento de suspensão do calendário esportivo. Para que tudo volte ao normal nas finanças, só com o retorno dos campeonatos, segundo o vice-presidente de Assuntos Administrativos, Rogério Santana.

Em entrevista à GO TV, Santana reforçou que o clube tem enfrentando dias duros. Medidas de contenção de gastos foram tomadas para evitar uma sangria e causar danos graves aos cofres esmeraldinos.

– A gente tem tido muita dificuldade, pois não temos mais patrocínios. Tivemos uma queda significativa na arrecadação. Isso prejudica o andamento do clube. Com o trabalho conjunto de todos os vices e com a persistência dos presidentes Marcelo e Hailé, estamos tocando o Goiás. Se Deus quiser, isso está passando e vai passar – afirmou.

- Anúncio -

Mais do Verdão
Tabata se declara e revela sonho de voltar
Clube já arrecadou mais de R$ 200 mil para Serrinha

Conforme o dirigente, para fechar o ano com os balanços no azul, o Goiás depende do retorno das competições. Ele sinaliza ainda que uma suspensão prolongada do calendário causará graves problemas.

– Vai depender se vai iniciar campeonato ou se não. O Goiás não tem mais patrocínios. O que a Rede Globo nos passava, diminuiu de forma significativa. Isso é um efeito cascata. Se persistir, evidentemente teremos problemas no futuro. Mas acho que isso está passando. Vamos iniciar o campeonato o mais breve possível, os patrocinadores voltarão e tudo vai voltar ao normal. Assim, fecharemos no verde – afirmou.

Mesmo com o retorno dos treinamentos, o clube manterá a negociação com o elenco para reduzir salários, até que as receitas voltem a subir. “Vamos discutir mês a mês, até que voltemos ao patamar (de arrecadação) que era antes. Os jogadores estão entendendo e colaborando”, pontuou Santana.

Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Jornal Diário do Estado, Diário de Goiás e Rádio BandNews.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P