Goiano é 6º em prova que deu recorde ao Brasil no Pan

Foto: COB
Anúncios

O goiano Diogo Villarinho foi o sexto colocado na prova que marcou a quebra de recorde de medalhas de ouro do Brasil em Jogos Pan-Americanos. Na noite deste sábado (10), o atleta natural de Goiânia fez o sexto melhor tempo na competição dos 1500 metros livre na Natação, com 15:26.94.

O campeão foi o brasileiro Guilherme Costa. O ouro conquistado foi o 53º do país no Pan de Lima, batendo o recorde que era de 2007, no Rio de Janeiro. O americano Nicholas Sweetser foi prata, e Ricardo Jacobo, do México, levou o bronze. O goiano ainda ficou atrás de Marcelo Jimenez, de El Salvador, e Andrew Abruzzo, dos Estados Unidos.

Mais de Goiás no Pan 2019
Laís Nunes supera revés e sobe ao pódio
Levantador de Catalão foi o primeiro a conquistar medalha

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Villarinho encerrou a participação de Goiás nos Jogos Pan-Americanos do Peru. O estado teve seis atletas na delegação brasileira, dos quais dois conquistaram medalhas. Estes foram os casos de Eduardo Carísio, com o Voleibol masculino, e Laís Nunes, no Wrestling. Tamires Aguiar, do Esqui Aquático, Renato Portela, do Tiro Esportivo, e Kamila Barbosa, do Wrestling, não subiram ao pódio.

Na sexta-feira (9), Villarinho já havia disputado a prova dos 800m livre e também terminou em sexto, com tempo de 8:03.17. O ouro nesta ocasião foi do americano Andrew Abruzzo. A prata ficou nas mãos de Miguel Valente, do Brasil, e o mexicano David Vargas foi bronze.

Campanha histórica

A cerimônia de encerramento dos Jogos Pan-Americanos será na noite deste domingo (11). Algumas competições ainda estão em andamento, mas o Time Brasil já superou todas as marcas de desempenho na história. Os brasileiros quebraram o recorde do número de ouros e também garantiram mais medalhas do que em qualquer outro Pan na história.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE