Gilberto Jr. diz que elenco está unido para superar momento ruim do Goiás

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Anúncios

O péssimo momento que levou o Goiás a completar sete rodadas sem vencer na Série B não afetou a união do elenco esmeraldino. A afirmação é do volante Gilberto Júnior, que relata que o grupo alviverde está fechado para tirar o clube da agonia.

– Bastante fechado. Fazia tempo que eu não participava de um grupo como esse. Temos um elenco bastante unido e um ambiente muito bom de trabalho. É com essa união e a força de vontade de cada um que vamos sair dessa situação – comentou.

O volante também admitiu que, após o revés diante do Boa, o presidente Marcelo Almeida desceu aos vestiários do Serra Dourada para cobrar os jogadores. Segundo Gilberto, a reação do mandatário foi natural.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

– A chegada do presidente no vestiário foi de uma pessoa que faz parte de um grande clube como o Goiás. Foi uma revolta. Entendemos a revolta dele. Isso é normal. A cobrança vem da presidência, da diretoria, da torcida e de nós jogadores – avaliou.

Mais do Verdão

Além do presidente Marcelo Almeida, o gestor de futebol Túlio Lustosa também conversou com os jogadores. Gilberto Jr. admitiu a reunião com o dirigente, mas descartou que as partes firmaram uma espécie de pacto.

– Foi mais uma conversa. Não foi de pacto. Ele disse que está junto conosco, que todos da diretoria estão juntos. Não vamos abaixar a cabeça agora. O Goiás é grande e não pode estar numa situação como essa. Infelizmente estamos passando por uma situação ruim, mas tenho certeza que vamos sair – explicou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE