Com falhas da defesa, Goiás perde a invencibilidade no 2º turno

60
Reprodução: PFC
Anúncio

O futebol tem sempre histórias surpreendente. E o Goiás foi vítima de mais uma delas. Antes do confronto, o Botafogo, seu adversário da noite, ainda não havia pontuado no 2º turno. Por outro lado, o esmeraldino havia vencido todos os seus quatro jogos no returno. Porém, as vezes o retrospecto recente não é válido neste esporte. O Botafogo foi soberano e venceu o Verdão por 3 a 1, no Estádio Nilton Santos. Gabriel, João Paulo e Léo Valência marcaram para o Glorioso. Marcelo Benevenuto fez cobra para o esmeraldino.

Na próxima rodada, o Goiás abre a 25ª rodada. No sábado (12), recebe o CSA no Estádio Serra Dourada, às 17h. Já o Botafogo vai até São Paulo, no objetivo de enfrentar o Palmeiras, na Allianz Parque. O duelo é no também no dia 12, sábado, às 21h.

Mais do Verdão
-> Veja, lance a lance, como foi o jogo
-> Tabela da Série A

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Primeiro tempo

No início do primeiro tempo, a impressão era de que o Goiás, uma hora ou outra, conseguiria a 5ª vitória seguida na Série A. Porém, não foi bem assim. O Botafogo chegou em três oportunidades na bola parada e de cabeça. Com isso, conseguiu sair com a vantagem no primeiro tempo. Uma das vezes, gol. Na segunda, gol anulado e ainda teve uma bola na trave.

O gol do Botafogo na primeira metade saiu após cobrança de escanteio. João Paulo, talvez o grande nome da partida, colocou a bola na área. Houve um desvio, de casquinha, no meio do caminho e a pelota sobrou livre para Gabriel, no segundo pau. O zagueiro completou para a rede e garantiu o primeiro tento dele com a camisa do Botafogo, no seu 40º jogo pelo Glorioso.

Nas outras duas bolas paradas, uma bola na trave. Depois de cobrança de falta de João Paulo, Fernando cabeceou com classe. Tadeu só ficou olhando e a bola morreu na trave. Já Cícero completou para as redes após saída errada do goleiro esmeraldino. Porém, o meia estava em posição de impedimento. Em campo, o Goiás não conseguiu reagir mais.

Segundo tempo

A etapa complementar da partida foi uma das mais movimentadas dos últimos tempos. Aos 4 minutos, Rafael Moura até completou para o gol de cabeça, mas, antes, empurrou Marcelo e o tento foi devidamente anulado. Pouco tempo depois, Michael recebeu lindo passe do He-Man por cobertura e marcou. Mas, o VAR achou um toque de mão de Marlone no início da jogada, que anulou toda a jogada. Ou seja, o Verdão começou com tudo no segundo tempo, mas teve dois gols devidamente anulados.

Mesmo mais ofensivo e querendo o empate, o Goiás levou o baque final pouco tempo depois. Gilberto e Rafael Vaz saíram jogando errado, Diego Souza aproveitou e tocou para Bochecha. O volante finalizou para defesa de Tadeu, e João Paulo cabeceou para o fundo das redes no rebote. Foi cumprida mais uma vez a Lei do Ex. O esmeraldino até conseguiu diminuir, após cruzamento de Léo Sena para Michael que terminou em chute com desvio do zagueiro Marcelo. Gol contra para o Goiás.

Porém, o Fogão matou o jogo com um atleta que havia acabado de entrar. Diego Souza recebeu em liberdade na área após bobeada da zaga goiana. O atacante escorou para Pimpão, que rolou para trás em direção a Léo Valência. O gringo fez o gol sem marcação em seu primeiro toque de bola na partida.

No mais, o Goiás até tentou reagir, mas não conseguiu. O Botafogo conseguiu os seus primeiros pontos no 2º turno, enquanto que o Verdão perdeu seus primeiros.

Ficha técnica
Botafogo 3×1 Goiás – 24ª rodada da Série A
Data: 09 de outubro de 2019
Horário: 19h15
Local: Estádio Nilton Santos; Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC)
Auxiliares: Hélton Nunes (SC) e Éder Alexandre (SC)
Cartões amarelos: Cícero, Marcelo, Rodrigo Pimpão e Diego Souza (B); Léo Sena e Rafael Moura (G)
Gols: Gabriel (31′ do 1º tempo), João Paulo (20′ do 2º tempo) e Léo Valência (35′ do 2º tempo) (B); Marcelo – contra (31′ do 2º tempo) (G)
Botafogo: Diego Cavalieri; Fernando, Marcelo, Gabriel e Yuri (Lucas Barros); Cícero (Alan Santos), Bochecha e João Paulo; Luis Fernando (Léo Valência), Diego Souza e Rodrigo Pimpão
Técnico: Bruno Lazaroni
Goiás: Tadeu; Yago Rocha (Marlone), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto Júnior (Rafinha), Yago Felipe e Léo Sena; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia (Kaio)
Técnico: Ney Franco

Conheça os maiores apoiadores do site Esporte Goiano: WB Companies e Connect Media.

anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here