Édson Júnior, técnico do Grêmio Anápolis: ”estamos em alerta, mas precisamos classificar”

Técnico Édson Júnior. Foto: edsonjr.com.br
Anúncios

Após a derrota para a Anapolina no Jonas Duarte, 3 a 1, o técnico do Grêmio Anápolis, Édson Júnior, comentou sobre o desempenho do seu time no andamento da partida. ‘‘Começamos perdendo, depois conseguimos ter volume de jogo mas veio o pênalti. Deve ter sido, porque o árbitro Bruno fez uma boa arbitragem. Perdemos chances de marcar também. Depois veio o segundo tempo e logo a um minuto eles fizeram o terceiro. Fomos desatentos. Precisamos aprender com as derrotas para voltar a vencer’’, frisa.

Veja mais do futebol goiano!

Édson falou ainda sobre o próximo duelo e a preparação do GEA para enfrentar o Novo Horizonte no domingo, no estádio Jonas Duarte, última rodada do 2º Turno da Divisão de Acesso. ‘‘A derrota nos deixa em alerta. O risco existe sempre. Vamos enfrentar um adversário que vem tendo força na reta final de campeonato. Temos que corrigir os erros e as oportunidades que criarmos, temos de converter. Se fizermos isso, conseguimos classificar’’, afirma.

Adversário?

Executivo de futebol do Goiânia, Guto Veronez, e técnico Rogério Mancini. Foto: Igor Nery
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Possível adversário tanto de Anapolina quanto de Grêmio Anápolis ou Novo Horizonte, o Goiânia esteve representado na partida entre Anapolina x Grêmio Anápolis com o executivo de futebol do clube, Guto Veronez, e o técnico Rogério Mancini.

Classificação

O GEA precisa de um simples empate para classificar para a semifinal. Se perder, o Novo Horizonte avança na competição. Apesar de três times já estarem classificados (Trindade, Goiânia e Anapolina), a definição dos confrontos virá após a última rodada.

Mais dois atletas do GEA devem ser negociados para o futebol português

O lateral-direito Bruno leite e o meia Danúbio devem ser anunciados no futebol português. O time anapolino vem negociando jogadores do plantel desde o início da Divisão de Acesso, como Foguinho, Furlan, Júlio César e Vanilson.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE