5.6 C
New York
segunda-feira, maio 20, 2024
InícioFutebolFemininoCria do terrão, Thalia agradece oportunidades no Aliança e busca retribuir com...

Cria do terrão, Thalia agradece oportunidades no Aliança e busca retribuir com gols

Em entrevista ao EG, a atacante Thalia contou a sua história dentro do futebol feminino. Cria do terrão, a jogadora de 26 anos agradece a todas as oportunidades disponibilizadas pelo Aliança, clube pelo qual segue atuando. Após se desenvolver profissionalmente na equipe, a atleta mira uma temporada positiva.

Mais do futebol feminino
Com placar adverso, Marília planeja virada no Aliança: “fazer o jogo perfeito”
Técnica do Aliança cita gol precoce, mas acredita em reviravolta contra o Vila

Thalia revela que a sua jornada no futebol feminino não foi fácil. Ela iniciou a sua transição do terrão para o profissional de uma maneira considerada tardia, mas ainda assim conseguiu prosperar – e faz questão de agradecer o Aliança por isso.

- Anúncio -

“O Aliança foi meu primeiro time profissional. Eu era jogadora de terrão, nunca imaginei (jogar) depois de mais velha, porque comecei no profissional aos 20 anos de idade, quando tive minha primeira oportunidade. O Aliança me abraçou diretamente do terrão. No começo eu sofri muito, porque é totalmente diferente, principalmente no psicológico. Trabalhei muito em cima disso. Infelizmente, nem sempre a gente consegue dar tudo que a gente pode, queremos sempre dar mais, nunca é o suficiente. Estou muito agradecida ao Aliança, por todo o carinho, por ter tido toda a paciência de me treinar, e hoje estou retribuindo com gols”, comenta.

Em 2024, o Aliança terá algumas competições pela frente, como o Brasileirão Feminino A-3 e também o Goianão Feminino. Para Thalia, a melhor estratégia é estabelecer um foco de cada vez.

“A gente está tentando planejar um campeonato de cada vez, ficar de cabeça erguida para o Brasileiro, porque vamos buscar a classificação. É continuar trabalhando, ficar preparadas para o Goiano e pontuar os erros”, afirma.

Desvantagem no Brasileirão Feminino A-3

No último dia 13 de abril, o Aliança enfrentou o Vila Nova no OBA e perdeu por 7×4, pelo jogo de ida da 1ª fase do Brasileirão Feminino A-3. Para se classificar, o Aliança terá de reverter a vantagem no agregado, em partida marcada para o próximo sábado (27), às 15h30, no Olímpico.

Thalia, autora de um dos gols na derrota do Aliança, diz que o time precisará acertar os erros no confronto de volta diante das adversárias goianas, pois não vai ser fácil conquistar a vaga.

“A gente precisa de mais trabalho, queremos vir muito mais fortes. Quero agradecer a Deus por ter entrado e ter me iluminado com um gol. Agora quero trabalhar mais para ir com tudo para cima delas”, finaliza.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Luiz Felipe Mendes
Jornalista formado pela PUC Goiás. Amante de todos os esportes, especialmente futebol e futebol americano.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P