Com goianos, Comissão Nacional de Clubes se reúne com pauta extensa

Foto: Douglas Monteiro/ Vila Nova
Anúncios

A Comissão Nacional de Clubes (CNC) se reúne nesta terça-feira (7), a partir das 15h, por videoconferência para debater a venda de direitos de transmissão internacionais, o calendário do futebol brasileiro após a crise de saúde e mudanças na tabela de distribuição por performance no Brasileirão.

Estarão representados clubes das séries A, B, C e D, inclusive Atlético e Goiás. O Dragão já revelou que defenderá a manutenção da fórmula de disputa do Brasileirão, com 38 rodadas em pontos corridos. A direção rubro-negra vê com temor uma alteração, pois poderia acentuar ainda mais a perda de receita. O Verdão tem posição semelhante.

Mais do futebol goiano
CBF anuncia ajuda a clubes das séries C e D; goianos se beneficiam
Ídolo esmeraldino, Dill relembra passagem no Verdão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também estará em análise uma proposta recebida pela CBF para a transmissão internacional do campeonato. Os valores não são revelados, mas a maioria dos dirigentes diz que a primeira proposta da empresa não foi satisfatória.

A repactuação dos valores distribuídos pelas detentoras dos direitos de transmissão deve dominar a pauta. Segundo o Portal Uol, é provável que a maioria dos clubes acate uma alteração para beneficiar equipes rebaixadas, com menor poderio financeiro.

Conforme o site, a distribuição ficaria assim

Campeão – R$ 31,7 milhões
Vice – R$ 30,1 milhões
3º colocado – R$ 28,4 milhões
4º colocado – R$ 26,8 milhões
5º colocado – R$ 25,1 milhões
6º colocado – R$ 23,5 milhões
7º colocado – R$ 21,8 milhões
8º colocado – R$ 20,2 milhões
9º colocado – R$ 18,4 milhões
10º colocado – R$ 16,9 milhões
11º colocado – R$ 12,9 milhões
12º colocado – R$ 11,9 milhões
13º colocado – R$ 11 milhões
14º colocado -R$ 10,6 milhões
15º colocado – R$ 10,3 milhões
16º colocado – R$ 10 milhões
17º colocado – R$ 5,5 milhões
18º colocado – R$ 5,1 milhões
19º colocado – R$ 4,8 milhões
20º colocado – R$ 4,6 milhões

Comentários

comentários

PUBLICIDADE