Zagueiros pedem que elenco assuma responsabilidade: “Não adianta só trocar o treinador”

Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova FC
Anúncios

O Vila Nova frustrou sua torcida mais uma vez, mas não somente os torcedores deixaram o Serra Dourada incomodados com mais um resultado ruim do Tigrão. No discurso de todos os atletas, o descontentamento estava evidente. No entanto, os mais experientes foram os que mais vocalizaram a insatisfação.

Os zagueiros Wesley Matos e Diego Jussani, dois dos jogadores mais rodados do elenco colorado na Série B, cobraram que o plantel traga para si a responsabilidade de melhorar o desempenho do time em campo. Para Matos, que reconhece a performance ruim diante do América-MG, é preciso uma nova postura.

– Temos que jogar mais. Agora é o momento de assumir responsabilidades. Veio um novo treinador para mudarmos a postura. Na Série B não dá para errar. É cada gol que a gente toma que dói. A gente trabalha, corre e luta o tempo todo. Correr atrás na Série B é muito difícil. De todos os males, o menor. Infelizmente não deu para vencer, mas pelo que apresentamos, está de bom tamanho – destacou o capitão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em consonância ao parceiro de zaga, Jussani, autor do gol que evitou o revés no Serra, foi ainda mais enfático. Para o defensor, a troca de treinador é inútil se o elenco não der resposta em campo.

– Não adianta nada trocar o treinador, a direção, e dentro de campo as coisas não fluírem. Nós jogadores temos que assumir a responsabilidade. Nós temos que colocar a cara e tapa e saber que não estamos bem e temos que dar um pouco mais. Falamos todos os dias que estamos dando o melhor, mas o melhor não vem sendo suficiente, então temos que dar um pouco mais – asseverou Jussani.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE