Com rótulo de xerife, Rafael Vaz chega para “escrever nome na história” do Goiás

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Anúncios

O zagueiro Rafael Vaz é uma das principais novidades do Goiás neste início de 2019. O defensor chegou ao clube após uma ótima temporada na Universidad de Chile, onde foi considerado um dos melhores de sua posição no Campeonato Chileno. Com essas credenciais, a torcida se animou e muitos imaginam que ele possa ser o xerife da retaguarda esmeraldina em 2019.

Contente com a recepção dos alviverdes, Vaz promete retribuir com muita entrega, mas, pelo menos por ora, tenta afastar os rótulos. “Vou tentar sempre honrar a camisa e trabalharei muito. Espero realmente ser o xerife, mas para isso ainda falta muito. Eu tenho que demonstrar em atitude e não em palavras. É isso que tentarei fazer quando tiver a oportunidade de jogar”, afirmou.

Lateral peruano vê oportunidade de crescimento no Verdão
Ex-Vila, Geovane diz que ida ao Esmeraldino é salto na carreira

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Otimista, o zagueiro retorna ao futebol goiano querendo marcar seu nome na história esmeraldina. Segundo Rafael Vaz, ao aceitar a proposta esmeraldina, ele vislumbrou a possibilidade de levantar taças com a camisa esmeraldina.

– Vim para ajudar e escrever meu nome na história do Goiás. O clube tem grandes ídolos e eu estou tentando ser um. A partir do momento que aceitei vir para cá, não quero só ter passado pelo Goiás, mas sim ter conquistado alguma coisa e deixado meu nome aqui. O Goiás é um grande clube e está precisando de pessoas que querem trabalhar. Este desafio para mim foi muito importante – destacou.

Maturidade

No futebol goiano, o defensor já passou pelo Vila Nova, em 2012. Nos sete anos em que ficou longe do estado, ele atuou por Ceará, Vasco da Gama, Flamengo e Universidad de Chile. A experiência acumulada principalmente fora do país, de acordo com Rafael Vaz, o torna um atleta mais completo e maduro.

– Estou voltando muito mais experiente. Foi um desafio muito grande para mim. Saí pela primeira vez do Brasil e tive a oportunidade de jogar em um grande clube do futebol chileno. Volto muito mais maduro e com muito mais vontade de vencer, de fazer um grande ano de 2019 – salientou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE