Vila tropeça de novo, termina Série B sem vencer no Serra e está praticamente rebaixado

Foto: Matheus Alves/EG.
Anúncios

O Vila Nova lutou, lutou, mas não venceu novamente. O Tigre empatou por 1 a 1 com o Oeste na noite desta quarta-feira (20), no Estádio Serra Dourada. Com este resultado, o Vila termina a Série B sem vencer uma partida sequer no Serra, e está praticamente rebaixado para a Série C. Se o Londrina vencer o lanterna São Bento amanhã, o colorado goiano se encaminha para a terceira divisão matematicamente.

Mais do Tigrão
-> Veja como foi o jogo

O colorado termina a competição contra o Cuiabá, no Mato Grosso, a priori daqui a dois sábados (30). A partida acontecerá na Arena Pantanal, no estado vizinho de Goiás. O Oeste, por sua vez, ainda não se livrou do rebaixamento, mas tem boas chances. Na última rodada, enfrenta o ameaçado Criciúma, em Barueri. Com o jogo de hoje, o Vila soma agora 36 pontos, na 19ª colocação.

Tudo desandou no final

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O primeiro tempo no Serra Dourada terminou da pior forma possível, melancolicamente. Se no início, na jogada de Gustavo Henrique que pressionava a saída de bola do Oeste, já dava para ver um Vila ligado, no término só foi possível ver os atletas cabisbaixos e incrédulos com a situação do clube.

Mas antes de tudo isso, o Tigre tentou. E tentou muito. Mas sempre parava nas suas próprias limitações ou no bom goleiro Matheus Cavichioli, do Rubrão. Bem no início, Robinho deixou o pé para ser tocado por Caetano dentro da área, simulou e levou cartão amarelo. A torcida ficou na bronca, mas a decisão da arbitragem foi acertada.

Pouco depois, logo após rebatida, Robinho arriscou de canhota da entrada da área e Matheus faz a ponte para fazer excelente defesa para salvar o Oeste. Foi a melhor chegada do Tigre na primeira etapa. Jussani teve excelente oportunidade, mas mudou seu estilo na hora de cobrar falta da intermediária e bateu colocado. A finalização bateu na barreira do Rubrão.

O colorado goiano, desesperado pela vitória, era nervoso no confronto. Ramón lançou para Robinho na direita, que soltou no meio, em contra-ataque, para Gustavo Henrique. O centroavante arriscou de longe, de qualquer maneira, e isolou. O rubro-negro paulista chegava com mais qualidade. Thiaguinho tabelou com Matheus Jussa e soltou uma bomba de longe. A bola desviou em Wesley Matos no caminho e Rafael Santos reagiu rápido para pular no canto esquerdo e defender.

Melhorou e levou gol

Na reta final, o Vila viveu seu melhor momento na primeira metade. Capixaba recebeu na direita, puxou para o meio e, da meia-lua, arriscou. O goleiro Matheus Cavichioli defendeu com as pontinhas dos dedos e jogou para escanteio em lance parecido ao de Robinho, no início.

Imediatamente na sequência, depois de sobra de escanteio, Edinho ficou com a redonda na esquerda e cruzou com precisão na área. Gustavo Henrique chegou livre para cabecear e mandou no travessão paulista.

Porém, como tem sido costume nos jogos do Vila no Serra, foi o visitante que abriu o marcador. Aos 47, Élvis tocou de cavadinha para Fábio, que invadiu a área. O centroavante tocou na saída do goleiro Rafael Santos e marcou. Foi o 14º gol dele na Série B, agora vice-artilheiro da competição.

Seguiu o drama do Vila, mas reagiu

No início da segunda etapa, o Oeste aproveitava o total nervosismo dos goianos. Élvis recebeu na entrada da área em contra-ataque e arriscou. A bola pegou em Jussani e foi para escanteio. Por pouco o time paulista não ampliou. Em seguida, Mazinho aproveitou sobra e chutou forte. A bola parou na defesa novamente.

Depois foi a vez do Tigre chegar. Ramón lançou Jeferson na direita, que cruza na área. Por pouco Gustavo Henrique não chegou e a pelota ficou nas mãos de Matheus Cavichioli. E o Vila estava mesmo conseguindo reagir diante das adversidades. Na sequência, depois de cruzamento de Elias da esquerda, Jussani cabeceiou muito mal, sozinho, e mandou para fora.

E, enfim, o Tigrão conseguiu achar o empate que já impediria o rebaixamento na noite de desta quarta (20). Elias aproveitou sobra, dominou na entrada da área e chutou rasteiro, no canto direito de Cavichioli. Desta vez não teve chances de defesa para o goleirão rubro-negro.

E o Vila teve chance de ouro pouco tempo após conseguir o seu gol. Quase na risca da grande área, Jussani soltou uma bomba no meio do gol e Cavichioli conseguiu outra defesa para salvar o Oeste em mais uma oportunidade.

Nos instantes finais, o Tigrão seguiu guerreiro. Aos 43, Elias alçou bola na área e Edinho cabeceou para excelente defesa de Matheus após cobrança de falta. No rebote, Elivélton tinha tudo para empurrar para as redes. Porém, o mesmo Edinho caiu sobre a bola e o zagueiro chutou o próprio companheiro para perder excelente chance. Foi o retrato do Vila Nova na Série B, que não conseguiu reagir totalmente e a partida terminou em 1 a 1.

Ficha técnica
Vila Nova 1×1 Oeste – 37ª rodada da Série B
Data: 20 de novembro de 2019
Horário: 19h15
Local: Estádio Serra Dourada; Goiânia (GO)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Márcio dos Santos (RN) e Flávio Gomes Barroca (RN)
Público Pagante: 2168 pessoas
Público Presente: 3100 pessoas
Renda: R$ 13.225,00
Cartões Amarelos: Robinho, Diego Jussani, Itamar Schülle, Maílson, Ramón e Elivélton (V); Élvis, Cléber Reis, Matheus Oliveira e Caetano (O)
Gols: Elias (17′ do 2º tempo) (V); Fábio (47′ do 1º tempo) (O)
Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Diego Jussani, Wesley Matos (Romário) e Elivélton; Edinho, Joseph (Maílson), Ramón e Robinho (Elias); Capixaba e Gustavo Henrique
Técnico: Itamar Schülle 
Oeste: Matheus Cavichioli; Felipe, Cléber Reis, Caetano e Salomão; Thiaguinho, Matheus Jussa, Élvis (Lídio) e Mazinho (Bruno Lopes); Roberto (Matheus Oliveira) e Fábio
Técnico: Renan Freitas

Comentários

comentários

PUBLICIDADE